visao.sapo.ptPaulo Matos - 15 set 10:11

Exame Informática | Veículos em rede: uma vantagem para os transportes públicos

Exame Informática | Veículos em rede: uma vantagem para os transportes públicos

“Com a crescente popularidade do Wi-Fi entre os passageiros, os routers dos veículos devem ser capazes de lidar com as exigências de banda larga dos diferentes dispositivos em simultâneo” – a opinião de José Manuel Gómez, Regional Manager Spain and Portugal da Cradlepoint

Como resultado da Covid-19, o objetivo de melhorar a conectividade nos transportes públicos tornou-se um fator estratégico. Lidar com fenómenos disruptivos, distanciamento social e o transporte em segurança dos trabalhadores são novas necessidades que os operadores de transportes públicos estão a enfrentar com a ajuda das tecnologias de conectividade. Com base no padrão das comunicações móveis 5G, os dados de telemetria, gravações de vigilância e informação de GPS para aplicações que dão conta das rotas podem ser transmitidas e combinadas em tempo real. Apesar disso, uma conectividade rápida e uma largura de banda elevada não garantem que as redes sejam fiáveis. Isto aplica-se em particular aos sistemas de transporte de massa em larga escala, onde a complexidade e interoperabilidade devem ser consideradas. Como resultado, os operadores de transportes públicos enfrentam vários desafios de conectividade:

Gestão adequada da banda larga

Um dos desafios na conectividade de veículos é a banda larga. Dependendo do dispositivo, os requisitos da banda larga da tecnologia incorporada variam. Por exemplo, devido à pandemia, os sensores de capacidade estão a ser usados para verificar se o número de passageiros a bordo está dentro dos limites do distanciamento social. Estes sensores transmitem pacotes de dados menores do que o streaming de vídeo das câmaras de vigilância, o que requer mais banda larga. Para além dos diferentes requisitos, também a configuração e a ligação com cada dispositivo individual numa frota de veículos desempenham um papel fulcral. A maior dificuldade passa por combinar os dispositivos e aplicações existentes e ser flexível aos novos requisitos, como por exemplo, a integração de dispositivos adicionais.

De forma a ultrapassar os problemas de banda larga, primeiro é essencial que os routers utilizados nos veículos estejam à altura da tarefa. Os routers empresariais sem fios da Gigabit-Class LTE e 5G são ideais para maximizar a banda larga. Estes contêm modems duplos independentes de operadoras que se ligam a duas operadoras de rede em paralelo, evitando a sobrecarga da rede e garantindo que existe, pelo menos, uma ligação à rede disponível.

Com a crescente popularidade do Wi-Fi entre os passageiros, os routers dos veículos devem ser capazes de lidar com as exigências de banda larga dos diferentes dispositivos em simultâneo. As capacidades do Wi-Fi 5 permitem aos routers suportar até 100 clientes ao mesmo tempo, garantindo uma ligação sem falhas de alta velocidade.

Garantir a consistência do sinal

Dado que os routers nos veículos estão quase sempre em movimento, o sinal está constantemente a mudar. Assim, de forma a assegurar que a entrega de dados em tempo real não é interrompida,a conexão não deve falhar mesmo quando o veículo sai da área de cobertura. Isto porque os dados em tempo real são essenciais para aplicações dos passageiros e streaming de material de videovigilância, bem como para sistemas de Prioridade de Sinais de Trânsito (Traffic Signal Priority, TSP) ou Localização Automática de Veículos (Automatic Vehicle Location, AVL).

Para identificar as melhores ou piores áreas de ligação, o mais indicado é o uso de plataformas de gestão de redes inteligentes, capazes de determinar o estado da rede móvel. Estas plataformas combinam dados de GPS com informação sobre a intensidade do sinal e a disponibilidade da operadora para identificar áreas problemáticas. As operadoras podem responder alterando o router ou trabalhando com a respetiva operadora de rede.

Por último, os painéis visuais permitem que os operadores monitorizem os dados existentes. O filtro por data ou outro critério, como por dispositivo, veículo ou localização, torna mais fácil identificar e resolver problemas específicos de rede.

Gestão segura de dispositivos

A gestão de dispositivos e segurança também estão entre os principais desafios. Uma vez que os transportes públicos estão espalhados por grandes áreas, não é possível gerir todos os dispositivos no local. No entanto, é necessária uma administração centralizada para intervir em caso de existir problemas de ligação ou vulnerabilidades de cibersegurança.

A solução passa por encontrar ferramentas de gestão da cloud, que permitam que os routers possam ser geridos remotamente. Isto significa que não há problema em licenciar dispositivos, instalar atualizações ou implementar e configurar novos dispositivos de forma rápida e segura.

O futuro da mobilidade está conectado

Atualmente, os défices de digitalização têm identificado as áreas que carecem de uma maior necessidade de ação. As mesmas incluem, por exemplo, distanciamento social, rastreio de contactos e sistemas de monitorização ambiental. Os operadores de transportes públicos devem também adaptar-se aos novos requisitos e avaliar como podem dar os próximos passos na tecnologia de transportes. De uma forma geral, para atingir estas ambições é necessária uma ligação Wireless WAN a nível empresarial. Para chegar a novos cenários no futuro, a alta capacidade e a latência extremamente baixa do 5G, em particular, terão um papel decisivo. Os operadores de transportes públicos já deveriam estar preparados para isso.

NewsItem [
pubDate=2021-09-15 09:11:55.0
, url=https://visao.sapo.pt/exameinformatica/opiniao-ei/2021-09-15-veiculos-em-rede-uma-vantagem-para-os-transportes-publicos/
, host=visao.sapo.pt
, wordCount=779
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_09_15_1978666668_exame-informatica-veiculos-em-rede-uma-vantagem-para-os-transportes-publicos
, topics=[tecnologia, opinião, cradlepoint, transportes públicos, exame informática]
, sections=[opiniao, ciencia-tecnologia]
, score=0.000000]