www.vidaeconomica.ptvidaeconomica.pt - 22 jul 22:34

Termas de Melgaço reabrem com “medical center”

Termas de Melgaço reabrem com “medical center”

“Portugal irá afirmar-se como um destino turístico de saúde e bem-estar, tendo em conta as suas vastas opções termais”, afirma Marco Rodrigues Dias, administrador do Grupo OCRAM que detém parte da cogestão das Termas de Melgaço. Além do circuito termal, das massagens e dos tratamentos de SPA, a estância termal de Melgaço dispõe agora de um “medical center”, para consultas de medicina geral, fisioterapia e medicina tradicional chinesa. O nosso objetivo é assegurar aos visitantes uma experiência terapêutica plena de bem-estar.
Vida Económica - Que impacto teve a pandemia no setor do termalismo e que medidas foram adotadas pelo setor para superar as dificuldades?
Marco Rodrigues Dias - O termalismo estava em crescimento no período pré-pandémico, tendo, inclusive, registado, em 2019, aumentos de 9% e 1,4%, respetivamente, no termalismo clássico e no de bem-estar e lazer, segundo dados da Associação das Termas em Portugal. A pandemia e os consequentes confinamentos forçaram o encerramento desta atividade e isso prejudicou muito o desenvolvimento do setor.
Agora, com a reabertura gradual do país e com o objetivo de dinamizar o setor, as termas nacionais estão a adaptar-se às necessidades dos seus clientes, assegurando o cumprimento das normas de segurança e higienização, divulgadas pela Direção Geral de Saúde.
No caso das Termas de Melgaço, além do circuito termal, das massagens e dos tratamentos de SPA, a estância termal dispõe agora de um medical center, onde será possível realizar consultas de medicina geral, fisioterapia e medicina tradicional chinesa. O nosso objetivo é garantir que as Termas de Melgaço conjugam, num só espaço, a oferta necessária para assegurar aos visitantes uma experiência terapêutica plena de bem-estar.

VE - Acredita numa recuperação rápida da economia no pós-covid?
MRD - A situação pandémica obriga-nos a ser prudentes. Acreditamos que, se continuar a haver uma progressão positiva da vacinação e o levantamento das restrições, o setor irá recuperar para níveis perto dos verificados em pré-pandemia, continuando a atrair visitantes de todas as idades e origens. Em Melgaço, temos alguns fatores a nosso favor, nomeadamente o facto de estarmos na fronteira com Espanha, podendo, assim, atrair visitantes nacionais e espanhóis.
Possuímos todas as condições para os receber e acreditamos ser uma mais-valia no pós-Covid, uma vez que esta pandemia causou danos consideráveis à saúde física e mental da população em geral.

Aumento de público mais jovem

VE - Que evolução regista o termalismo clássico e o termalismo de saúde e bem-estar e qual irá ser a evolução futura?
MRD - Nos últimos anos, o termalismo conseguiu quebrar o estereótipo da faixa etária dos seus visitantes, em especial o de bem-estar e lazer que registou um aumento junto do público mais jovem. No que diz respeito ao termalismo de saúde, os lucros associados aos seus serviços também tinham vindo a aumentar no pré-pandemia.
Posto isto, acredito que, no futuro, iremos continuar a ver o setor crescer e que Portugal irá afirmar-se como um destino turístico de saúde e bem-estar, tendo em conta as suas vastas opções termais.

VE - As Termas de Melgaço estão mais capazes de ajudar a recuperar das sequelas do vírus Covid-19? Que melhoramentos foram realizados?
MRD - As Termas de Melgaço criaram um medical center para que os seus visitantes encontrem neste espaço todas as condições necessárias para tratarem os seus problemas de saúde, sendo exemplo disso as sequelas do vírus da Covid-19, uma vez que as águas termais são benéficas para os problemas respiratórios ou para o alívio da dor.

VE - Que medidas deveriam ser criadas para alavancar o termalismo nacional?
MRD - O facto de os tratamentos termais prescritos pelo Sistema Nacional de Saúde serem comparticipados é uma mais-valia que se mantém no presente ano.
Contudo, tendo em conta a crise que o setor enfrenta, é igualmente importante que existam apoios para os outros tratamentos.
Outra iniciativa que apoiaria este desenvolvimento tem a ver com a promoção das termas nacionais, da sua oferta e benefícios para a saúde e bem-estar, pelo Turismo de Portugal e por outras entidades do setor.

VE - Que mensagem gostaria de transmitir?
MRD - Destacaria que o termalismo nacional e, em específico, as Termas de Melgaço é seguro e está de portas abertas para receber pessoas de todas as idades, que podem usufruir de momentos de bem-estar e relaxamento, e ainda tirar proveito dos benefícios das águas termais.
No caso das Termas de Melgaço, acho importante referir que a vila não regista nenhum caso positivo de Covid-19 há vários dias consecutivos, o que transmite a preocupação de toda a comunidade com a segurança e higienização, e que, além de um parque termal com uma vasta oferta, Melgaço conta também com várias atratividades para todos os gostos.
NewsItem [
pubDate=2021-07-22 21:34:23.0
, url=http://www.vidaeconomica.pt/vida-economica-1/termas-de-melgaco-reabrem-com-medical-center
, host=www.vidaeconomica.pt
, wordCount=677
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_07_22_584709696_termas-de-melgaco-reabrem-com-medical-center
, topics=[economia]
, sections=[economia]
, score=0.000000]