www.publico.ptpublico.pt - 22 jul 21:53

Dois dias de vida na serra de Serpa no Curtas de Vila do Conde

Dois dias de vida na serra de Serpa no Curtas de Vila do Conde

Sortes, documentário de Mónica Martins Nunes inspirado pela terra natal da família, é uma das revelações do festival de Vila do Conde.

Há uma voz muito especial a convidar o espectador a entrar em Sortes: é uma voz de além-túmulo, a voz do avô de Mónica Martins Nunes, a falar da divisão, em tempos que já lá vão, dos baldios da serra de Serpa, dos terrenos que “calharam em sorte” aos habitantes locais. Daí o título do filme, que se referia a esses terrenos que, ao longo dos anos, têm sido trabalhados por pessoas que “não são indígenas”, como diz a realizadora entre aspas. “A serra de Serpa é uma paisagem cultural. Quem lá mora são pessoas que trabalham a natureza, o montado, e a agricultura é uma criação simbiótica, trabalhada em conjunto. As pessoas não conseguem separar o seu dia-a-dia da natureza.” 

NewsItem [
pubDate=2021-07-22 20:53:55.0
, url=https://www.publico.pt/2021/07/22/culturaipsilon/noticia/dois-dias-vida-serra-serpa-curtas-vila-conde-1971485
, host=www.publico.pt
, wordCount=122
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_07_22_358039527_dois-dias-de-vida-na-serra-de-serpa-no-curtas-de-vila-do-conde
, topics=[curtas vila do conde]
, sections=[vida]
, score=0.000000]