observador.ptobservador.pt - 22 jul 23:31

Basílo Horta recandidata-se pelo PS à Câmara de Sintra

Basílo Horta recandidata-se pelo PS à Câmara de Sintra

Basílio Horta, presidente da Câmara de Sinta, vai recandidatar-se ao cargo pelo Partido Socialista nas eleições autárquicas deste ano e promete "defender as pessoas e o património".

O presidente da Câmara de Sintra, Basílio Horta, vai recandidatar-se ao cargo pelo Partido Socialista nas eleições autárquicas deste ano, para “defender as pessoas e o património“, anunciou esta quinta-feira o autarca.

O antigo dirigente do CDS-PP, de 77 anos, foi eleito a primeira vez como presidente da Câmara Municipal de Sintra, no distrito de Lisboa, em 2013, tendo concorrido nas listas do PS, do qual não é militante. Quatro anos depois, nas eleições autárquicas de 2017, foi reeleito, com maioria absoluta.

Em declarações à agência Lusa, Basílio Horta afirmou que se recandidata sob o lema “defender Sintra, as suas pessoas e o seu património”. “É essa a razão pela qual me apresento, democraticamente, ao eleitorado. A caminho do futuro, com os pés no presente”, afirmou o ex-ministro e ex-deputado na Assembleia da República.

O autarca sublinhou que o concelho “vive hoje um novo ciclo e uma nova estratégia de desenvolvimento”, apontando para a “construção de mais equipamentos de saúde, melhor mobilidade, requalificação do espaço público e mais zonas verdes e de lazer”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“O nosso trabalho está a melhorar a vida quotidiana de quem aqui vive, trabalha ou estuda, e será fundamental para gerações futuras. O novo hospital de Sintra, que irá ter inicio no próximo mês de agosto, é bem a prova desta capacidade de trabalho e dedicação a Sintra”, indicou.

O anúncio oficial da recandidatura de Basílio Horta à Câmara de Sintra vai ocorrer esta noite, numa cerimónia que será transmitida pelo na rede social Facebook.

Licenciado em Direito, Basílio Horta foi ministro do Comércio e Turismo, ministro de Estado e ainda teve, no Governo, as pastas da Agricultura, Comércio e Pescas. Foi embaixador de Portugal na OCDE – Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico e presidente do conselho de administração da AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal. No parlamento, integrou as bancadas do CDS e, como independente, do PS.

O atual executivo de Sintra é formado por cinco vereadores do PS (mais o presidente), dois do PSD, um da CDU e dois independentes.

Além de Basílio Horta, já foram anunciadas em Sintra as candidaturas do deputado e médico infecciologista Ricardo Baptista Leite (PSD), do investigador Bruno Góis (BE), do vereador Pedro Ventura (CDU), do gestor Paulo Carmona (Iniciativa Liberal), do arquiteto Nuno Afonso (Chega) e do ator Guilherme Leite (Nós, Cidadãos!).

As eleições para os cidadãos escolherem a configuração de executivos municipais, assembleias locais e juntas de freguesia estão marcadas para o dia 26 de setembro.

Em Portugal, há 308 municípios (278 no continente, 19 nos Açores e 11 na Madeira) e 3.092 juntas de freguesia (2.882 no continente, 156 nos Açores e 54 na Madeira).

NewsItem [
pubDate=2021-07-22 22:31:28.0
, url=https://observador.pt/2021/07/22/basilo-horta-recandidata-se-pelo-ps-a-camara-de-sintra/
, host=observador.pt
, wordCount=446
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_07_22_1847100629_basilo-horta-recandidata-se-pelo-ps-a-camara-de-sintra
, topics=[autarquias, país]
, sections=[sociedade]
, score=0.000000]