observador.ptobservador.pt - 22 jul 16:05

Fact Check. Vídeo de manifestantes a pedir a demissão de Macron é real?

Fact Check. Vídeo de manifestantes a pedir a demissão de Macron é real?

Vídeo foi filmado a 23 de janeiro de 2021, em Moscovo, durante uma manifestação de apoio a Alexei Navalny, opositor de Putin. O carro é da FSB, a agência de serviços de informações que sucedeu ao KGB.

O vídeo começou a ser partilhado em França — ou não fosse Emmanuel Macron o presidente francês —, mas rapidamente chegou também às contas portuguesas nas redes sociais. As imagens que têm sido amplamente difundidas mostram uma viatura a passar no meio de uma multidão. Os populares gritam e atiram projéteis sobre o carro. A palavra de ordem é “Macron, demission”. Ou seja, os manifestantes pedem a demissão do presidente francês.

Apesar de, desde que Macron se tornou presidente em 2017, terem acontecido vários protestos em que a sua demissão foi pedida pelos populares, as imagens que agora circulam não são verdadeiras e, quando começaram a circular na rede, foram alvo de vários fact-checks de órgãos de comunicação social franceses. Um deles, foi o da agência noticiosa AFP.

Vídeo que está a ser partilhado nas redes sociais é falso

Vamos por partes. O verdadeiro vídeo foi gravado em Moscovo, Rússia. As imagens originais, e que chegaram a ser transmitidas em alguns órgãos de comunicação social russos, foram gravadas a 23 de janeiro de 2021, quando a capital russa assistia a uma manifestação de apoio a Alexei Navalny, opositor de Putin.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A viatura que é atacada pelos populares pertence à FSB, a agência russa de serviços de informações que sucedeu o KGB. Definitivamente, não é Macron quem segue dentro da viatura.

View this post on Instagram

A post shared by Шымкент | Алматы | Казахстан (@shymkent_off)

Então, como se ouvem os gritos dos manifestantes a pedir a demissão do presidente francês? A resposta é evidente: o vídeo foi manipulado e o som alterado. As palavras de ordem em francês que acompanham as imagens foram retiradas de um protesto, esse sim contra Macron, em que os manifestantes pedem a sua demissão.

O verdadeiro som pode ouvir-se no vídeo de uma outra manifestação, partilhado no Twitter a 19 de abril.

"Macron démission, Macron démission" lacent une partie des habitants de la PAILLADE à #Montpellier. Le président de la République vient d'arriver au centre social CAF pic.twitter.com/rseyyMq1U0

— France Bleu Hérault (@bleuherault) April 19, 2021

Conclusão:

A gravação foi manipulada. As imagens são de um protesto verdadeiro, mas que nada têm a ver com o presidente francês. O vídeo original — e que chegou a ser transmitido em alguns órgãos de comunicação social russos — foi filmado a 23 de janeiro de 2021, em Moscovo, durante uma manifestação de apoio a Alexei Navalny, opositor de Putin. A viatura que é atacada pertence à FSB, a agência russa de serviços de informações que sucedeu ao KGB. O som que acompanha as imagens foi retirado de um protesto, esse sim verdadeiro, em que os manifestantes pedem a demissão de Macron.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: As principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

NewsItem [
pubDate=2021-07-22 15:05:47.0
, url=https://observador.pt/factchecks/fact-check-video-de-manifestantes-a-pedir-a-demissao-de-macron-e-real/
, host=observador.pt
, wordCount=500
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_07_22_1392592205_fact-check-video-de-manifestantes-a-pedir-a-demissao-de-macron-e-real
, topics=[frança, rússia, emmanuel macron, fact check, vladimir putin]
, sections=[]
, score=0.000000]