observador.ptobservador.pt - 11 jun 17:05

Boletim DGS. Portugal com mais um morto e 519 infetados, R(t) e incidência continuam a subir

Boletim DGS. Portugal com mais um morto e 519 infetados, R(t) e incidência continuam a subir

Há 24.589 casos ativos de infeção pelo SARS-CoV-2 em Portugal — um número que não era tão elevado desde 26 de abril, há um mês e meio.

Esta sexta-feira foi registada uma morte e 519 novas infeções por SARS-CoV-2 em Portugal, segundo o mais recente boletim da Direção-Geral da Saúde. Em relação à véspera, há uma queda nos contágios: quinta-feira o número de novos infetados chegou aos 910, o valor mais elevado desde 6 de março. Esta sexta-feira, o padrão é idêntico ao da semana passada: depois do feriado, há uma quebra de novos casos.

Já o R(t) e a incidência estão em crescendo. De acordo com o boletim, o R(t) subiu para 1,07 (estava em 1,05) e a incidência nacional está agora nos 79,3 casos de infeção por cada 100 mil habitantes. Quando se olha apenas para o continente o valor é ligeiramente mais baixo, de 78,4.

Quanto aos internamentos, depois de terem recuado na quinta-feira, voltaram a aumentar: há mais 11 camas ocupadas, 306 no total. Nas unidades de cuidados intensivos o número de pacientes mantém-se inalterado: continuam a ser 72 os internados, patamar alcançado na véspera e que desde 17 de maio não era tão elevado.

Neste dia em que o desconfinamento voltou a avançar em todos menos quatro concelhos, o país continua na zona amarela da matriz de risco.

Único óbito em Lisboa e Vale do Tejo. Média diária sobe para 2,1

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Depois de, na véspera, terem sido registadas 6 mortes de doentes Covid-19, esta sexta-feira o boletim da DGS dá conta de uma única morte, uma mulher, entre os 70 e os 79 anos, na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Há uma semana, a média diária de mortes, calculada a partir dos 7 dias anteriores, estava nos 0,9, agora esse valor subiu para os 2,1. Desde o início da pandemia, já morreram 17.044 pessoas com Covid-19 em Portugal.

Outro número que sobe é o dos casos ativos. Neste momento há 24.589 casos ativos de infeção pelo SARS-CoV-2 em Portugal — um número que não era tão elevado desde 26 de abril, há um mês e meio. Em contrapartida, nas últimas 24 horas, 295 pessoas recuperaram da doença, enquanto que 741 foram colocadas sob a vigilância das autoridades de saúde, por terem tido contacto com casos positivos.

No total, os recuperados já ascendem aos 814.318 — num universo de 855.951 infeções. Significa que 95,1% das pessoas já recuperaram da Covid-19.

Mais de metade dos novos casos em Lisboa e Vale do Tejo

Esta sexta-feira, como tem vindo a ser habitual ao longo das últimas semanas, Lisboa e Vale do Tejo voltou a ser a região onde mais novos casos de infeção foram registados — 52,8% do total, 274.

A região Norte, com 148 casos, foi a segunda mais atingida. Já nos Açores foram registados mais 37 casos; no Algarve, 22; no Centro, 21; e, no Alentejo, 20.

No arquipélago da Madeira foram registados dois casos positivos nas últimas 24 horas, mas o boletim da DGS não reflete esse aumento devido a uma retificação de dados. Cinco casos previamente reportados nas contas da região autónoma saíram para englobar as das “respetivas regiões de ocorrência”, explica o documento da DGS. No final, esta sexta-feira, a Madeira surge com 9.773 casos notificados desde o início da pandemia — ontem eram 9.776.

NewsItem [
pubDate=2021-06-11 16:05:34.0
, url=https://observador.pt/2021/06/11/boletim-dgs-portugal-com-mais-1-morto-e-519-infetados-rt-e-incidencia-continuam-a-subir/
, host=observador.pt
, wordCount=521
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_06_11_1739463413_boletim-dgs-portugal-com-mais-um-morto-e-519-infetados-r-t-e-incidencia-continuam-a-subir
, topics=[coronavírus]
, sections=[]
, score=0.000000]