observador.ptobservador.pt - 17 mai 07:55

Sindicato dos Funcionários Judiciais inicia greve parcial de uma hora

Sindicato dos Funcionários Judiciais inicia greve parcial de uma hora

A paralisação de uma hora diária é justificada pela "injustiça de um estatuto não aprovado, de uma carreira subvalorizada, de ausência de respeit...

O Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ) inicia esta segunda-feira uma greve parcial de uma hora diária durante 30 dias para reivindicar o estatuto profissional, revelando que a maioria dos trabalhadores, com 20 anos de carreira, ganha menos de mil euros.

A paralisação de uma hora diária de trabalho, entre as 10h00 e as 11h00, deverá terminar em meados de junho.

O SFJ alega que os funcionários judiciais têm “a injustiça de um estatuto não aprovado, de uma carreira subvalorizada, de uma ausência inexplicável de respeito por quem administra a justiça em nome do povo e em nome da máquina que é o Governo”.

“Um funcionário judicial, no início da carreira, ganha líquidos menos de 800 euros e isto com a constante redução recursos humanos, numa tendência que se agrava”, critica o sindicato, acrescentando que o Ministério da Justiça reduziu os quadros de chefia, nomeadamente secretários de justiça em cerca de 75%, escrivães de direito e técnicos de justiça principais em cerca de 25%.

Segundo a estrutura sindical, os funcionários judiciais têm ao longo de anos e anos assistido a sucessivas promessas, ao mais alto nível, de integração do suplemento remuneratório e de regularização do preenchimento dos quadros, sem qualquer tipo de resultados.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

NewsItem [
pubDate=2021-05-17 06:55:23.0
, url=https://observador.pt/2021/05/17/sindicato-dos-funcionarios-judiciais-inicia-greve-parcial-de-uma-hora/
, host=observador.pt
, wordCount=204
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_05_17_1987825629_sindicato-dos-funcionarios-judiciais-inicia-greve-parcial-de-uma-hora
, topics=[sindicatos, justiça, greve]
, sections=[sociedade]
, score=0.000000]