observador.ptobservador.pt - 5 mai 10:34

Atividade no setor dos serviços cresce, finalmente, em Espanha. "Boas notícias para a economia espanhola", diz economista

Atividade no setor dos serviços cresce, finalmente, em Espanha. "Boas notícias para a economia espanhola", diz economista

"Boas notícias para a economia espanhola", diz um analista. Indicador avançado sobre a atividade económica do setor dos serviços subiu, em E...

São “boas notícias para a economia espanhola“, diz um economista. Um importante indicador avançado que mede a atividade do setor dos serviços subiu, em Espanha, após oito meses consecutivos em queda, levando o mesmo analista a afirmar que “a recuperação económica começou, finalmente“, no país-vizinho.

Os dados económicos em questão são os índices de gestores de compras, mais conhecidos pela sigla inglesa PMI (purchasing managers index) e são um indicador avançado porque tentam medir a atividade económica presente, o mais possível, antecipando aquilo que são, depois, os dados mais tradicionais (e atrasados) como a estimativa do Produto Interno Bruto (PIB) e outros.

Os PMI só são medidos para as maiores economias europeias, pelo que não há dados para Portugal. Em Espanha, porém, a divulgação deste indicador trouxe “boas notícias”, refere em nota de análise Steven Trypsteen, economista do holandês ING que segue Espanha e, também, Portugal. “Depois de oito meses consecutivos em queda, o setor dos serviços voltou a crescer em abril – e, assim, tanto o setor da indústria como dos serviços estão a crescer de forma rápida“, afirma o analista.

Foi um salto expressivo. O indicador PMI dos serviços subiu para 54,6 pontos em abril, contra os 48,1 pontos que se tinham registado no mês anterior – sendo que o valor de 50 traça a fronteira entre o que se perspetiva ser uma contração ou uma expansão da atividade naquele setor específico.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O economista do ING destaca a descida dos números da Covid-19 no final do mês de abril e, “ainda mais importante, a velocidade do programa de vacinação acelerou de forma significativa”. Os últimos dados indicam que 26% dos espanhóis já receberam pelo menos a primeira dose, ao passo que 11% já estarão completamente imunizados. Os números não são muito diferentes daqueles que existem em Portugal.

Mais de 915 mil portugueses totalmente vacinados, 25% da população com a primeira dose

“As perspetivas de uma reabertura da economia parecem ter tornado as empresas mais confiantes em relação ao futuro e, curiosamente, a confiança parece ser suficientemente elevada para que as empresas estejam a recomeçar a contratar”, diz o economista Steven Trypsteen, numa referência ao facto de os dados mensais do emprego apontarem para um aumento da contratação nos serviços, o que acontece pela primeira em um ano.

Para já, o ING mantém a previsão de um crescimento de 1% na economia espanhola, mas “assim que a incerteza desaparecer, é provável que possamos rever em alta a nossa projeção“.

NewsItem [
pubDate=2021-05-05 09:34:01.0
, url=https://observador.pt/2021/05/05/economia-setor-dos-servicos-cresce-finalmente-em-espanha/
, host=observador.pt
, wordCount=419
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_05_05_695908971_atividade-no-setor-dos-servicos-cresce-finalmente-em-espanha-boas-noticias-para-a-economia-espanhola-diz-economista
, topics=[espanha, economia, coronavírus]
, sections=[economia]
, score=0.000000]