visao.sapo.ptvisao.sapo.pt - 5 mai 11:18

Visão | Festival 5L: Lisboa celebra o livro, os autores e os leitores

Visão | Festival 5L: Lisboa celebra o livro, os autores e os leitores

Lisboa recebe a primeira edição do 5L, Festival Internacional de Literatura e Língua Portuguesa. O programa, presencial e online, inclui conversas, cinema, concertos e passeios literários grátis. Em cinco pontos, eis o essencial do que vai acontecer entre esta quarta, 5, e domingo, 9

Com início nesta quarta, 5 de maio, data em que se assinala, desde 2019, o Dia Mundial da Língua Portuguesa, o Lisboa 5L começa com um dia dedicado “essencialmente aos autores de língua portuguesa”, explica José Pinho, fundador da Ler devagar e diretor artístico do novo festival. A iniciativa é da Câmara Municipal de Lisboa, e pretende celebrar a língua, a literatura, a leitura, o livro e as livrarias. Em cinco pontos, eis o essencial do programa que decorre até domingo, 9, no eixo Baixa-Chiado, com participção gratuita.

1. Debates, mesas de autor e Small Talks (presencial e online)

Ao longo de cinco dias, haverá debates e mesas de autor sobre os mais diversos temas ligados ao livro: das bibliotecas privadas à literatura infantil; da poesia aos livros antigos e raros; das ligações da literatura à ciência ou ao ócio e à contemplação. Os encontros, no Teatro São Luiz e no Museu da Farmácia e com transmissão em streaming no site do festival, contam com a presença de escritores, investigadores, editores, jornalistas e pensadores. Na sexta, 7, a mesa de autor Literatura, ócio e contemplação (presencial e online) junta António Caeiro (professor, ensaísta e tradutor), Filipe Melo (pianista, realizador e escritor de banda desenhada), Teresa Caeiro (atriz, criadora e dramaturga) e o escritor Valter Hugo Mãe, numa conversa moderada pelo jornalista Vitor Balenciano.

Matilde Campilho. Foto: José Ventura

Entre esta quinta, 6, e domingo, 9 , sempre às 21h, estão marcadas as small talks no Instagram das Bibliotecas de Lisboa. Nestas pequenas conversas, moderadas por Raquel Marinho, participam Afonso Cruz, José Eduardo Agualusa, Matilde Campilho e José Luís Peixoto. Até lá, os interessados podem enviar uma mensagem (através do Instagram) com perguntas que gostariam de colocar aos convidados.

2. Sessões de cinema (presencial)

Em parceria com o Festival Indie, o 5L vai contar com o ciclo de cinema Filmar Literatura, com sessões, sempre às 18h15, no Cinema Ideal (bilhete €3). Serão cinco os filmes exibidos, que decorrem de adaptações de romances, peças de teatro ou novelas para o grande ecrã. A saber: Uma Abelha na Chuva, de Fernando Lopes (qua, 5); Apocalypse Now, de Francis Ford Coppola (qui, 6); Galinha com Ameixas, de Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud (sex, 7); Bruscamente no Verão Passado, de Joseph Mankiewicz (sáb, 8,) e Blow-up História de um Fotógrafo, de Michelangelo Antonioni (dom, 9).

3. Concertos (presencial e online) A Lisbon Poetry Orchestra sobe ao palco do Capitólio no sábado, 8

A relação entre a literatura e a música, como expressões artísticas, celebra-se com quatro concertos gratuitos no Capitólio, no Parque Mayer, com transmissão em streaming no site do festival. Já nesta quarta, 5, os Poetry Ensembre apresentam um espetáculo a partir de poetas e poemas escolhidos. Com direção musical do produtor algarvio Sickonce, e participações especiais de Amaura, Maze, Nerve, Perigo Público e Chullage, o concerto No Princípio Era o Verso (sex, 7, 21h), imaginado pelo jornalista e radialista Rui Miguel Abreu, pretende mostrar como o rap em Portugal se tornou fértil território de reinvenção poética. Seguem-se a Lisbon Poetry Orchestra (sáb, 8, 21h) e Sérgio Godinho com Filipe Raposo, no domigo, 9, às 19 e 30.

4. Exposições (presencial)

Além de concertos, o 5L conta também com duas exposições que vão manter-se até 31 de maio. Cartas de Lisboa reúne cartas que foram escritas para habitantes das várias praças onde a exposição vai decorrer: Largo das Portas do Sol, Largo José Saramago, Praça do Rossio, Miradouro de São Pedro de Alcântara e Jardim Roque Gameiro. Explica José Pinho: ”Tratam-se de cartas escritas entre o século XVI e XIX, que adaptamos para os tempos atuais, para o português de hoje, ilustradas por artistas”. Já A Janela, resultado de um projeto que está em curso nas escolas para incentivar os alunos à leitura, com curadoria de Sara Amado, pode ser vista na Livraria Snob, dentro do centro cultural Brotéria.

5. Percursos literários (presencial)

Também fora de portas, os itinerários literários vão permitir ao público conhecer os lugares onde decorrem algumas obras literárias. “A Lisboa de Camões”, “A Lisboa de Joaquim Paço d´Arcos” ou “A Lisboa de Eça de Queirós são alguns dos percursos agendados.

Lisboa 5L – Festival Internacioanl de Literatura e Língua Portuguesa > Teatro Municipal São Luiz, Capitólio, Museu da Farmácia e Cinema Ideal, Lisboa > 5-9 mai > grátis > sessões de cinema €3 > lisboa5l.pt

NewsItem [
pubDate=2021-05-05 10:18:35.0
, url=https://visao.sapo.pt/visaose7e/sair/2021-05-05-festival-5l-lisboa-celebra-o-livro-os-autores-e-os-leitores/
, host=visao.sapo.pt
, wordCount=720
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_05_05_1549403190_visao-festival-5l-lisboa-celebra-o-livro-os-autores-e-os-leitores
, topics=[festival literário, sair, lisboa, visão sete, literatura, livrarias]
, sections=[sociedade]
, score=0.000000]