observador.ptobservador.pt - 9 abr 09:32

Mulher de 61 anos, doente cardíaca, morreu no dia em que foi vacinada contra a Covid-19

Mulher de 61 anos, doente cardíaca, morreu no dia em que foi vacinada contra a Covid-19

Uma mulher de 61 anos morreu no dia em que foi vacinada contra a Covid-19. Tratava-se de uma "doente cardíaca em estado muito avançado". Rel...

Morreu esta quinta-feira em Portugal uma mulher de 61 anos “portadora de doença cardíaca em estado muito avançado”, no dia em que foi vacinada contra a Covid-19. A informação foi avançada pela Administração Regional de Saúde do Norte (ARSN), em comunicado enviado à imprensa.

O comunicado não detalha que vacina foi administrada, mas refere que a mulher era uma doente dependente e que estava atualmente a ser acompanhada pela equipa de cuidados paliativos do Centro Hospitalar Universitário de São João.

A causa da morte, e a influência que a administração da vacina pode ter tido ou não no desfecho, será apurada apenas depois da realização de uma autópsia. Mas o caso está já a ser alvo de inquérito, como o comunicado detalha: “O Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) onde a pessoa estava inscrita está já a averiguar o cumprimento de todos os procedimentos clínicos definidos”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

NewsItem [
pubDate=2021-04-09 08:32:47.0
, url=https://observador.pt/2021/04/09/mulher-de-61-anos-doente-cardiaca-morreu-no-dia-em-que-foi-vacinada-contra-a-covid-19/
, host=observador.pt
, wordCount=150
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_04_09_594786370_mulher-de-61-anos-doente-cardiaca-morreu-no-dia-em-que-foi-vacinada-contra-a-covid-19
, topics=[morte, vacinas, coronavírus, hospital de são joão]
, sections=[]
, score=0.000000]