visao.sapo.ptvisao.sapo.pt - 9 abr 08:00

Visão | 21 escapadas isoladas na Natureza para a Primavera

Visão | 21 escapadas isoladas na Natureza para a Primavera

Das vinhas do Douro ao interior da serra algarvia, nestes 21 hotéis e turismos rurais estamos rodeados pela Natureza. Boas ideias para fugir à rotina e, sobretudo, para tirar uns dias descanso
1. Quinta de Ventozelo, São João da Pesqueira

Nesta sexta, 9, a Quinta de Ventozelo, uma das mais antigas e extensas propriedades da região duriense, reabre a hóspedes e visitas. Está tudo pronto nos sete edifícios antigos, enquadrados em socalcos, onde se encontram 29 quartos, que mantêm a simplicidade arquitetónica das construções agrícolas, com todo o conforto. Situada na margem esquerda do Douro, rodeada de uma extensa mata mediterrânica, a quinta beneficia de uma vista deslumbrante sobre o Douro. A tranquilidade e a proximidade da Natureza são duas mais-valias do Ventozelo, às quais se somam os sete trilhos para percorrer na quinta, um centro interpretativo e, em exclusivo para os hóspedes, passeios noturnos e observação de aves. Aberta a quem não está hospedado, a Cantina do Ventozelo, com consultadoria do chefe Miguel Castro e Silva, aposta numa ementa sazonal, feita com produtos cultivados e produzidos na propriedade. Ao almoço, não existe uma carta: come-se o que a terra dá, em cada dia. Quem chega, tanto pode provar um peixe do rio como uns espargos selvagens ou uns grelos. É comida de conforto, servida em ambiente descontraído. Já no bar, para picar, encontram-se tábuas de queijos com compota ou enchidos, covilhete de javali e bolas de alheira, acompanhados por cocktails de vinho do Porto e gin de Ventozelo. Saúde! Ervedosa do Douro, São João da Pesqueira > T. 254 249 670 > hotel.quintadeventozelo.pt > a partir de €140, menu da Cantina de Ventozelo a partir de €35

2. The Vintage House, Pinhão  

O hotel de cinco estrelas, localizado no Pinhão, em pleno Douro Vinhateiro, já reabriu, com programas que convidam a redescobrir a paisagem natural da região. Feche os olhos e imagine a varanda sobre o rio e as vinhas em socalcos. Situado mesmo ao lado da ponte projetada por Gustave Eiffel, o The Vintage House continua a oferecer o mesmo cenário, com o Douro a entrar pelas portas e janelas de cada um dos seus 39 quartos e 11 suítes. Aberto em 1998, pertence ao grupo The Fladgate Partnership (dono de The Yeatman Hotel, em Vila Nova de Gaia) e proprietário das marcas de vinho do Porto Taylor’s, Fonseca e Croft. O hotel organiza visitas às vinhas e aos lagares da Quinta da Rôeda, a pouca distância, piqueniques e provas comentadas. R. António Manuel Saraiva, Pinhão, Alijó > T. 22 013 3137 / 254 730 230 > quartos duplos a partir €150, master suítes a partir €345

3. Six Senses Douro Valley, Lamego

Reabre a 19 de abril o único resort da Europa da cadeia asiática Six Senses, situado no Douro vinhateiro, na Quinta Vale Abraão, imortalizada no romance homónimo de Agustina Bessa Luís (1991) e, mais tarde, no filme de Manoel de Oliveira (1993). E este regresso far-se-á com muitas novidades, em linha com a aposta da cadeia hoteleira tailandesa na sustentabilidade, como a renovação do SPA (piscina com revestimento de granito em tons esverdeados a fazer lembrar uma floresta, cromoterapia subaquática com LED, terapia de som subaquático) e da Open Kitchen, onde a cozinha de fogo do restaurante Fire Bar será a nova aposta gastronómica. A pensar nesta fase de desconfinamento, o Six Senses Douro Valley lançou os certificados “Planeie Agora, Divirta-se Depois” com desconto de 20% na reserva, que pode ser usufruída durante os próximos três anos. F.A. Quinta de Vale Abraão, Samodães, Lamego > T. 254 660 600 > a partir €325

4. Douro41 Hotel & Spa, Castelo de Paiva

Depois de três meses encerrado, o Douro41 Hotel & Spa reabre a 19 de abril, com uma nova garrafeira, que contempla mais de 70 referências de vinho do Porto, e, em breve, jantares temáticos. É na piscina, no alto da encosta, com uma vista sobre o rio Douro, que passam a ser servidas as refeições. Será uma carta composta por opções bem frescas, como tártaros, ceviches e saladas, além de grelhados de carne e de peixe. Inspirado no Douro Vinhateiro, o hotel desenvolve-se em socalcos, em que se moldam as encostas. Feito de paredes de xisto, rasgadas pela transparência do vidro, o premiado edifício, da autoria do arquiteto João Pedro Serôdio, revela-se o refúgio perfeito para uma escapada tranquila e inspiradora. É um convite a desligar, seja nas duas piscinas panorâmicas, que se confundem com o rio, seja na varanda dos quartos – são 61, no total, entre os quais se contam seis suítes, todos amplos, virados ao rio ou com vista para a montanha. Tanto o bar como o restaurante estão abertos a não hóspedes, fica a nota. EN 222, Quinta das Fontainhas, Raiva, Castelo de Paiva > T. 255 690 160 > a partir €150

5. Casa das Penhas Douradas, Manteigas Casa das Penhas Douradas

A 1500 metros de altitude, e com a Serra da Estrela a perder de vista, a Casa das Penhas Douradas é parte desta montanha, agora coberta por um manto de giestas. É este o cenário para uns dias de descanso, num regresso à simplicidade das coisas, onde não faltam lugares para dar um passeio, fazer um piquenique, com cesto preparado no hotel, ou aventurar-se num dos percursos pedestres, com ou sem guia. Conte-se ainda o spa e a piscina, com marcação prévia, para os hóspedes não se cruzarem. Devido à situação atual, também as refeições são servidas em salas adaptadas a cada agregado familiar. Já as visitas à Burel Factory (duas vezes por dia, durante a semana; uma vez, ao sábado), estão incluídas no valor da estada, tal como o pequeno-almoço e o lanche, que contempla bolo à fatia, café, chá e licores. A ideia é deixar-se ficar junto às janelas rasgadas de alto a baixo, para ver o dia desaparecer, lentamente. Penhas Douradas, Manteigas > T. 275 981 045, 96 338 4026 > a partir de €135

6. Casas da Lapa, Seia

Quem procura descansar, encontra nas Casas da Lapa, no sopé da serra da Estrela e com vista para a montanha, um refúgio feito à medida, que mantém a identidade da região. É um bom ponto de partida para passeios pedestres ou piqueniques no campo. “A serra da Estrela é linda na Primavera, os ares da serra permitem-nos desfrutar do ar puro e a paisagem convida a caminhadas aqui à volta”, descreve Maria Manuel, proprietária deste hotel. Além de duas piscinas exteriores, há uma outra no interior aquecida, um spa e massagens de aromaterapia. Depois de respirar fundo o ar puro do Parque Natural da Serra da Estrela, provem-se as opções gastronómicas, baseadas no receituário da região e nos produtos locais, no restaurante das Casas da Lapa. Há quatro salas disponíveis que podem ser usadas por cada família em regime de exclusividade. Até final de maio, aproveite-se o desconto que permite ficar hospedado três noites e pagar apenas duas (a partir de €145/noite), para duas pessoas com pequeno-almoço. R. da Eira da Costa, Lapa dos Dinheiros, Seia > T. 91 185 1895 > casasdalapa.pt > a partir de €145

7. Aqua Village Health Resort & Spa, Oliveira do Hospital

Situado no Vale de Penalva Alva, junto à aldeia de Caldas de São Paulo, em Oliveira de Hospital, o Aqua Village Health Resort & Spa acaba de reabrir. Distinguido novamente, em setembro passado, com vários prémios nos Haute Grandeur Global Excellence Awards, entre os quais o de Melhor Spa de Águas Termais do Mundo, o resort tem agora uma ampla esplanada, debruçada sobre o rio, que contempla um menu com diversas opções. “Está aberta a quem não está alojado no hotel, mas só com reserva antecipada”, refere Francisco Cruz, o diretor desta unidade, que conta 29 apartamentos (T1 e T2) e com uma suíte presidencial. Quem optar por passar uns dias no Aqua Village nem precisa de sair, uma vez que junto ao rio, entre os choupos, há diversas estruturas suspensas – as gotas, como lhe chamam -, onde se fazem massagens, camas de rede, piscina termal hidrodinâmica e acesso a uma praia fluvial. Pode-se conhecer também a região em redor em caminhadas e percursos à boleia de um tuk tuk ou um buggy. “Estamos muito próximos da serra da Estrela e do rio, conseguimos conjugar o melhor dos dois mundos”, sublinha Francisco Cruz. Av. Principal, 1, Caldas de São Paulo, Oliveira do Hospital > T. 238 249 040 > www.aquavillage.pt > a partir €160 (semana), €280 (fim de semana)

8. Pousada do Convento de Belmonte, Belmonte

Quem conhece Belmonte sabe que esta pousada de charme (de 24 quartos, todos com nomes de frades e decorados com elementos próprios e singulares) nasceu das ruínas do Convento Nossa Senhora da Esperança, numa encosta da serra. A transformação durou anos e foi profunda, e o que agora se vê é uma unidade acolhedora, que soube manter a ligação ao passado aliada ao conforto. Recuperadas foram a capela e a antiga sacristia, agora transformadas em sala de estar e bar. Já os quartos, onde sobressaem a pedra, a madeira e o ferro, têm varanda, a maioria com vista sobre o Parque Natural da Serra da Estrela. No exterior, em anfiteatro, há um amplo terraço com piscina, rodeada de espreguiçadeiras. Aberto a quem não está hospedado, o restaurante da pousada, sob o comando do chefe Valdir Lubave, aposta numa cozinha de montanha, focada nos ingredientes frescos e de produção local, como os cogumelos e outros ingredientes silvestres. Ir à vila de Belmonte, visitar o Museu Judaico, passear a cavalo ou fazer um dos percursos pela serra da Malcata são algumas das atividades disponíveis. Neste refúgio tranquilo, longe da cidade, o silêncio é apenas quebrado pelo chilrear dos pássaros. Convento de Belmonte, Serra da Esperança, Belmonte > T. 275 910 300 > a partir de €80

9. Ohai Nazaré Resort, Nazaré Foto: Marcos Borga

As portas do Ohai Nazaré Resort, a dois quilómetros da vila da Nazaré, voltam a reabrir nesta sexta, 9, com muitas novidades. Entre elas, salientam-se mais alojamentos para casais, mais alojamentos de maior capacidade e atividades pensadas para crianças, inspiradas na Natureza, aulas de ioga ou de padel, para adultos. Quando ali se entra são as tendas de glamping e os bungalows que chamam à atenção. Mas neste resort, localizado entre o mar e o pinhal, há mais de 160 alojamentos em diferentes estruturas e tipologias, incluindo apartamentos e uma área dedicada ao caravanismo e campismo. Rodeados por esquilos, pássaros e muitos pinheiros, que dão boas sombras para estar a ler um livro e relaxar, é possível aproveitar ainda as piscinas exteriores (uma para crianças, outra para adultos), um parque aquático e a piscina interior equipada com hidromassagem. O restaurante Dasos aumentou a sua oferta, apostando em refeições familiares, com destaque para as pizzas caseiras (funciona por marcação e com opção de takeaway; em abril estará aberto aos fins de semana, e a partir de maio até setembro, também durante a semana). Incluídas no alojamento, há muitas atividades para quem gosta de aliar o sossego a alguma diversão: ginásio, campos de ténis, de padel e de voleibol, sala de convívio e de jogos, e um parque infantil. Ideal para casais e famílias, incluindo para quem tem animais. EN242, Km 31,5, Nazaré > T. 262 561 800 > A partir €180 em bungalow, a partir €200 em glamping

10. Quinta dos Machados, Mafra

Na Quinta dos Machados, uma casa senhorial transformada em hotel, em Mafra, estamos rodeados por 16 hectares de floresta que convida a estar em sintonia com a Natureza. Os quartos distribuem-se entre a casa antiga (17 quartos mais 2 apartamentos) e a ala nova (12 quartos de tipologias superiores, com temáticas distintas, onde os elementos decorativos nos transportam para épocas e locais bem diferentes), e conta com spa e restaurante. Lá fora, é o bosque encantado, marcado por trilhos, que apetece ir palmilhar e descobrir os vários percursos de BTT, dentro e fora da propriedade. Desde 2018, o hotel dispõe de todas as valências necessárias para receber pessoas cegas (indicações em Braille) e com deficiências físicas (elevador, rampa, cadeira todo-o-terreno monorroda). EN 8, Barras, Gradil, Mafra > T. 261 961 279 > a partir €85

11. Montargil Monte Novo, Montargil

Fica no Alto Alentejo, tem vista privilegiada para a albufeira da Barragem de Montargil e está rodeado de verde, incluindo palmeiras e muita relva. A cerca de uma hora e meia de Lisboa, o Montargil Monte Novo reabre portas no próximo dia 15 de abril e convida a desfrutar da Natureza em volta, incluindo desportos náuticos, da canoagem ao ski, passeios de bicicleta na margem da albufeira ou a pé, pelos jardins do hotel. As dormidas são asseguradas pelas sete villas, implantadas na encosta da barragem, seis das quais com piscina privativa, e pelos quatro quartos duplos da Casa Redonda, o edifício principal onde se toma o pequeno-almoço, feito de produtos típicos da região. Os almoços e jantares podem ser encomendados no restaurante, com várias sugestões da região, confecionadas com produtos da horta e do pomar. Uma campanha especial, válida até 15 de maio, assinala a reabertura: ao reservar três noites, a terceira é oferta. A partir de 15 de maio e até 30 de junho, de 19 de setembro a 29 de novembro, esta promoção também é válida, mas apenas para reservas entre domingo e quinta-feira. EN 2, Montargil > T. 91 534 7236 > a partir de €86

12. Hotel Casa Palmela, Palmela

Neste hotel de cinco estrelas, uma casa senhorial do século XVII, entre vinhas e a serra da Arrábida, as portas mantiveram-se abertas e aproveitou-se o tempo para dar corpo a algumas novidades. “Criámos vários ambientes diferentes no exterior, promovendo o ar livre e criando uma oferta que permita o cumprimento de regras e indicações gerais de segurança, sem comprometer o conforto”, diz Salvador Holstein, diretor do Hotel Casa Palmela. Inserida no Parque Natural da Arrábida, no terreno de 70 hectares da Quinta do Esteval, e com a serra como pano de fundo, o hotel assume-se como um refúgio de campo com serviços personalizados e muitas atividades ao ar livre, como passeios a cavalo, de bicicleta, piqueniques e sessões de ioga ao ar livre. Com a construção de mais uma villa, a Casa Palmela passou a contar com 21 quartos, 4 villas e duas piscinas. Depois, há ainda as vinhas, os sobreiros e os quilómetros de caminhos para descobrir. Quinta do Esteval, EN 10, km 33,5, Setúbal > T. 265 249 650 > a partir de €196

13. Torre de Palma Wine Hotel, Monforte

Perto da aldeia de Vaiamonte, em Monforte, o Torre de Palma Wine Hotel (reaberto a 8 de abril), inspira-se na sua longa história e no melhor que a região alentejana tem para oferecer – vinho, azeite e cavalos. Ali chegados, é a partir da torre que se percebe a dimensão desta propriedade com 14 hectares murados, onde cabem vários edifícios, zonas de lazer, piscina exterior, cavalariças, olival e vinha. E é também a partir desse ex-líbris do hotel que é possível observar a planície alentejana e um imperdível pôr do Sol. Composto por 19 quartos (com design de interiores da responsabilidade de Rosarinho Gabriel), quase todos de generosas dimensões, com terraços ou varandas, o hotel dispõe ainda de spa (sauna, banho turco e piscina), bar e o restaurante Basili, com esplanada, que, em breve vai ter novidades, quer na cozinha quer na ementa.

Até 19 de abril, aproveite-se o programa especial, pensado para duas pessoas (€998), que inclui um welcome drink com copo de vinho Torre de Palma ao pôr do Sol no topo da Torre; três noites de alojamento com pensão completa; visita guiada à Adega de Torre de Palma; passeios de bicicleta ao redor da propriedade; percursos pedestres como a Grande Rota de Monforte. Em complemento, organizam passeios de charrete, piqueniques, passeios nas vinhas e atividades equestres. Herdade de Torre de Palma, Monforte > T. 245 038 890 > Até 19 abr, programa especial €998/ duas pessoas em quarto duplo

14. Convento do Espinheiro, Évora

Com reabertura prevista para de 30 de abril, o Convento do Espinheiro, em Canaviais, bem perto de Évora, é uma viagem no tempo que, em alguns momentos, andará muito, muito para trás. A partir da receção é fácil orientarmo-nos. Para a direita, “onde tudo acontece”, fica o mosteiro (a ordem dos monges de São Jerónimo que ali habitaram até 1846) e a igreja (demorou mais de um século a ser erguida, de 1458 a 1566), o bar (antigo dormitório), dois restaurantes (o italiano Olive, na antiga cozinha, e o restaurante fine-dining Divinus, que tem como base a cozinha tradicional aletentejana reinventada, no lugar da adega), o claustro manuelino, a garrafeira (ex-cisterna), a biblioteca e, finalmente, a sala de estar (era o refeitório, ainda tem o púlpito para a oração antes da refeição). Para a esquerda, fica a passagem para o século XXI, com a ala construída aquando da abertura, em 2005, mais outra acrescentada há dez anos. No total, no Convento do Espinheiro, há 92 quartos, dos quais 10 suites. E muito mais para descobrir, como a zona da piscina, com as espreguiçadeiras espalhadas pelo relvado. Longe da confusão, ali, o valor da história secular aliado ao serviço de excelência, numa fusão harmoniosa entre o antigo e o novo, não passam despercebidos. Canaviais, Évora > T. 266 788 200 > quarto duplo: clássico a partir €179; design a partir €229

15. Herdade do Touril, Zambujeira do Mar

Na primavera e no outono, a Herdade do Touril é poiso certo para os adeptos de caminhadas, por isso, a reabertura que se faz agora e a campanha promocional, para estadas até ao dia 16 de maio, vêm mesmo a calhar (reservas de duas ou três noites têm 15% de desconto, cinco ou seis noites têm 20% e para sete ou mais noites, o desconto é de 30 por cento). Localizada entre a Zambujeira do Mar e o Cabo Sardão, a cerca de um quilómetro do mar, em linha reta, a propriedade de 365 hectares conta com 18 quartos com varandas, divididos entre cinco edifícios a curta distância uns dos outros, horta biológica, piscina de água salgada, lareira exterior (o local ideal para observar o céu estrelado), e pequenos-almoços servidos até ao meio-dia. Tudo para aproveitar sem pressa, com a Natureza à volta, animais incluídos – é que burros, ovelhas e vacas também fazem parte da paisagem do Touril. Zambujeira do Mar, Odemira > T. 283 950 080 / 93 781 1627 > a partir de €110

16. Teima Alentejo SW, São Teotónio

Se é para desligar, descansar e relaxar, então rume-se ao Teima, um turismo rural premiado, com nove quartos, todos com entrada independente e muita área livre, onde vivem burros, cabras e cavalos. Nesta propriedade de oito hectares, entre a Zambujeira do Mar e São Teotónio, os hóspedes são convidados a usufruir de tudo o que o Teima tem para oferecer: uma piscina de 22 metros com vista para o pomar e o pinhal, várias zonas lounge, sala de estar, um lago onde há patos, tartarugas e peixes. O serviço de refeições está assegurado, mas com tantas praias bonitas por perto, dos Alteirinhos à Amália, comer numa esplanada pode ser uma opção. O Teima tem uma campanha para os profissionais de saúde do Serviço Nacional de Saúde e do privado, com 15% de desconto nas estadias mínimas de duas noites, em regime de alojamento e jantar, se estas forem feitas diretamente no site do turismo rural. Vale Juncal, São Teotónio > T. 96 162 2239 > a partir de €125

17. São Lourenço do Barrocal, Monsaraz Fotos Herdade São Lourenço do Barrocal, Monsaraz

O São Lourenço do Barrocal (o nome vem dos afloramentos graníticos que fazem a paisagem) continua a ser  um monte alentejano onde se mantêm algumas atividades agrícolas, agora ao serviço de um projeto turístico (o hotel abriu na primavera de 2016). Esta foi precisamente a preocupação de José António Uva, que decidiu que era tempo de dar um rumo à propriedade de 780 hectares, na sua família há oito gerações. Documentos e fotografias de muitas décadas decoram as paredes da receção, do bar, dos quartos (24, dois deles são suítes) e das casas (16). E também do restaurante principal (aberto a não hóspedes), onde uma instalação de Joana Astolfi junta vários objetos. O projeto tem assinatura do arquiteto Eduardo Souto de Moura, que soube respeitar este lugar, vizinho da vila de Monsaraz e do lago de Alqueva, duas boas propostas de passeio, para alternar com os banhos de sol na piscina, as caminhadas pelos trilhos da propriedade ou uma massagem no spa. Também organizam várias atividades, estre elas a observação de estrelas, provas de vinho e visitas arqueológicas. EN 514, Reguengos de Monsaraz > T. 266 247 140 > a partir de €340

18. Malhadinha Nova Country House & Spa, Beja

Em Albernoa, perto de Beja, a Malhadinha Nova Country House & Spa reabre portas no dia 15 de abril, com um programa especial de Primavera que inclui três noites de alojamento, refeições e várias atividades, como visita às colmeias, workshop de flores e prova de vinhos (a partir de €840 por pessoa). Nesta propriedade rural de 450 hectares, criam-se cavalos puro-sangue lusitano, vacas alentejanas e porcos pretos, produz-se vinho e azeite, há uma horta biológica e restaurante. Além da Country House com dez quartos e duas piscinas, conta com seis vilas, inaugradas em 2020, que acrescentaram 20 quartos à oferta e mais serviços (desde entrega de refeições a serviço de chefe e sommelier na vila, por exemplo). Ficar na Malhadinha é sinónimo de não contar o tempo, o ritmo quer-se lento para poder aproveitar tudo o que este sítio tem para dar, da gastronomia (feita com produtos da estação e o mais locais possível) à adega, onde se produzem os vinhos da casa, passando pelo campo, ideal para um piquenique ou aprender tiro com arco e flecha. Albernoa, Beja > T. 284 965 432 > a partir de €300

19. Aldeia da Pedralva, Vila do Bispo

A costa, mais precisamente a Praia do Amado, no concelho de Aljezur, fica a apenas seis quilómetros da Aldeia da Pedralva, que ganhou nova vida em 2009, quando foram recuperadas as 24 casas, de acordo com as técnicas originais, que agora se alugam. O ambiente é rural, vive-se como numa aldeia, com vizinhos, rodeado da paisagem típica do interior algarvio, entre passeios a pé na rua e encontros no restaurante ou no café central. A Aldeia da Pedralva tem forno comunitário, uma estação de lavagem de bicicletas e piscina. É possível levar animais e, mediante pedido, pode encomendar o pequeno-almoço em regime de takeaway. Trata-se de uma unidade de turismo ativo e oferece um centro de atividades com 32 bicicletas, disponibiliza material de caminhada, tem escola de surf e várias atividades disponíveis sob reserva. Por esta altura, está em vigor uma promoção: na reserva de uma casa de campo para duas noites, oferecem mais um quarto (por exemplo, de T1 para T2) durante uma noite; se a reserva for de quatro noites, a oferta de mais um quarto estende-se a duas noites.R. de Baixo, Casa da Pedralva, Aldeia da Pedralva, Vila do Bispo > T. 282 639 342 > a partir de €73

20. Martinhal Sagres Beach Family Resort, Sagres

Em 2020, fez dez anos que Chitra Stern e Roman Stern abriram o Martinhal em Sagres, um resort pensado para famílias com uma localização única: a praia logo ali, o mar mesmo em frente, o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina em redor. O hotel propriamente dito dispõe de 37 quartos com varandas e vista mar (incluindo duas suítes). Depois, há que acrescentar as casas (55 Ocean, 28 Bay, 39 Garden, 10 Pinewoods), algumas com jardim e piscina privativa. A extensão da propriedade, inclui acesso privilegiado à Praia do Martinhal, depois, há uma quantidade de atividades e serviços de luxo para usufruir. Até 21 de maio está a decorrer a campanha Férias de Primavera: o pacote inclui, entre outras coisas, descontos em refeições e tratamentos de spa, uma experiência de padel, uma sessão de personal trainer, uma aula de aqua bike, kids club gratuito. O pacote de três noites tem preços a partir de €160 por noite, o de sete noites começa nos €137 e oferecem uma noite. Quinta do Martinhal, Lote 95, Sagres > T. 282 240 200 > a partir de €153 (2 adultos e duas crianças)

21. Companhia das Culturas, Castro Marim

Situada muito perto da Reserva de Castro Marim, a Companhia das Culturas tem quarenta hectares de pinheiro manso, cortiça e alfarroba, damasco e figo, oliveira e laranjeira, por onde apetece passear. Trata-se de um turismo rural, sustentável e orgânico, construído a partir das ruínas de uma propriedade agrícola, segundo um projeto de Pedro Ressano Garcia. Aberto há 13 anos, foi crescendo e, hoje, engloba nove quartos e quatro apartamentos (três duplex e um térreo), aproveitando o antigo lagar. Aqui, respeita-se o espírito do lugar: o restaurante alimenta-se da horta, assim como os pequenos-almoços. Na Cork Box, há sessões de ioga, e no Hamam fazem tratamentos a partir das plantas da serra entre Alcoutim e Mértola. Fazenda S. Bartolomeu, R. do Monte Grande, Castro Marim > T. 281 957 062 / 96 036 2927 > a partir de €130

NewsItem [
pubDate=2021-04-09 07:00:00.0
, url=https://visao.sapo.pt/visaose7e/escapar/2021-04-09-21-escapadas-isoladas-na-natureza-para-a-primavera/
, host=visao.sapo.pt
, wordCount=4148
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_04_09_1128091068_visao-21-escapadas-isoladas-na-natureza-para-a-primavera
, topics=[escapada, escapar, hotel, primavera, visão sete]
, sections=[]
, score=0.000000]