www.dinheirovivo.ptdinheirovivo.pt - 8 abr 17:56

Censos, ferramenta de planeamento e gestão

Censos, ferramenta de planeamento e gestão

Arrancou o processo Censos 2021 - Recenseamento da População e da Habitação, e se à primeira vista a recolha de dados se afigura complexa, no que à logística diz respeito numa operação desta envergadura, o desafio mais importante é o da mobilização da população para a participação e a assunção deste dever cívico.

O reforço do sentimento de dever coletivo, tão solicitado na crise pandémica que atravessamos, ganha particular relevância quando chega o momento em que todos, individualmente, contribuímos para o diagnóstico real do nosso país.

É também o momento em que podemos assumir o papel de agentes ativos da mudança, se tivermos presente os Censos enquanto ferramenta de planeamento e gestão. Um ato simples e um contributo capital, enquanto cidadãos, no plano participativo da gestão dos recursos do país.

É a partir de 1864 que aproximadamente de 10 em 10 anos, salvo raras exceções, é feito este levantamento que este ano ocorre pela 16.ª vez - recenseamento da população - e pela 5.ª vez - recenseamento da habitação.

Assim, ao respondermos individualmente, e sem comprometer a nova meca da proteção dos dados pessoais, estaremos a participar ativamente na definição das políticas de planeamento e desenvolvimento, regional e local.

Mais políticas sociais, mais saúde, mais habitação são alguns dos muito resultados que o Censos gerará, fundamentais para os diversos setores de atividade e para a vida de todos os cidadãos.

Paralelamente, permitirá à academia conhecer, acompanhar e analisar fenómenos evolutivos, da mais variada ordem, nomeadamente demográficos e sociais, que de outra forma não seria possível identificar.

Destaco aqui a informação na área da habitação, do emprego e dos níveis educacionais. São três áreas que se cruzam com o core business da gestão da habitação pública e que deverão ser entendidas como a base para o desenho de novos projetos e estratégias específicas, na procura de renovadas e ajustadas sinergias no território.

Importará assim reter que os dados estatísticos são, de facto, ferramentas de gestão e planeamento essenciais, estando em causa o desenvolvimento de respostas concebidas à medida, logo mais adequadas para responder às necessidades reais e específicas das comunidades.

Por tudo isto, e porque o futuro do país se faz com o contributo de todos nós, cabe a cada cidadão ser agente ativo na mobilização para a resposta aos Censos.

É fundamental participar neste processo, enquanto contributo para o futuro da nossa comunidade, da nossa região e do país.

Presidente do Conselho de Administração da Gebalis//Escreve à quinta-feira

NewsItem [
pubDate=2021-04-08 16:56:00.0
, url=https://www.dinheirovivo.pt/opiniao/censos-ferramenta-de-planeamento-e-gestao-13547926.html
, host=www.dinheirovivo.pt
, wordCount=345
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_04_08_844115408_censos-ferramenta-de-planeamento-e-gestao
, topics=[opinião, acontece na cidade, opinião: pedro pinto de jesus, economia]
, sections=[opiniao, economia]
, score=0.000000]