pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 23 fev 23:00

HomePod poderá vir a detetar sinais vitais com o sistema de posicionamento de radar

HomePod poderá vir a detetar sinais vitais com o sistema de posicionamento de radar

A Apple registou uma patente que poderá transformar o HomePod num radar que deteta sinais vitais ou até uma condição de saúde.

A Apple desenha um conjunto de funcionalidades que permitem uma maior tentacularidade aos seus dispositivos. Por exemplo, o HomePod poderia potencialmente ajudar os utilizadores ao detetar alguma condição de saúde recorrendo à “perceção” dos seus sinais vitais. Sim, não teria sequer de entrar em contacto com a pessoas. Pelo menos é o que uma nova patente parece indiciar.

A empresa de Cupertino quer criar um sistema de radar de 360 graus que pode detetar sinais vitais e condições médicas dos indivíduos.

Apple poderá usar HomePod para determinar sinais vitais dos utilizadores

Um dos principais benefícios do sistema de posicionamento de radar é a capacidade de encontrar a localização dos itens, obstáculos, ou pessoas em relação ao sistema de localização. No entanto, sistemas como o radar só podem tipicamente fornecer um conjunto limitado de dados para utilização.

Isto pode resultar no conhecimento da direção geral de um objeto, bem como a distância aproximada a que se encontra o objeto. Então, esta “parca” informação pode não ser suficiente para algumas aplicações. Por exemplo, não fornece detalhes de posicionamento precisos, tais como distâncias precisas, posição vertical, ou o ângulo.

Há também a questão de saber a localização de um objeto, sem mais pontos de dados sobre o que poderia ser.

Nova patente Apple abre novos cenários de ação

Numa patente concedida pelo US Patent and Trademark Office na terça-feira, intitulada “Dispositivo eletrónico com matriz de radar-antena circular”, a Apple prevê um sistema que poderia potencialmente fornecer dados de posicionamento mais precisos, bem como outras informações.

O sistema da Apple consiste numa matriz de transmissores e recetores de radar localizados dentro de um dispositivo eletrónico. As matrizes são posicionadas em círculo, para fornecer uma cobertura completa de 360 graus das áreas circundantes do dispositivo.

Utilizando subconjuntos dos transmissores de cada vez, os recetores sincronizados podem captar os sinais refletidos em momentos diferentes. Utilizando a formação de raios circulares, o sistema pode determinar a localização precisa de um objeto próximo em relação ao dispositivo, pelo menos num plano horizontal.

A adaptação dinâmica dos subconjuntos poderia permitir uma melhor receção dos sinais refletidos para o sistema, tornando-o mais preciso. Isto poderia ser útil para os pings de seguimento, para seguir o movimento de um objeto ou para captar detalhes físicos sobre o objeto, como o seu tamanho ou forma.

No entanto, este tal sistema pode não estar necessariamente limitado a apenas uma matriz de radar. Utilizando duas matrizes na parte superior e inferior do dispositivo e alternando qual o conjunto de transmissores que funcionam com que recetores de cada vez, isto poderia permitir dados de posicionamento vertical e outros detalhes 3D.

O sistema também se adaptaria ao seu ambiente. Por exemplo, se este fosse colocado junto de uma parede ou outra superfície plana, seria possível detetar a superfície e desativar elementos do conjunto perto dela.

Tal alteração limitaria a quantidade de dados inúteis que o dispositivo receberia a partir dos pings imediatamente refletidos, o que também poderia afetar outros recetores na matriz.

Sinais vitais poderão identificar o utilizador

Alguns indícios parecem referir que o sistema poderia ser utilizado para executar outras tarefas para além da simples deteção das posições de itens desconhecidos nas proximidades. Por exemplo, sugere-se que o dispositivo poderia ser configurado “para identificar o indivíduo, com base, pelo menos em parte, nas medições do radar”.

Isto é, o radar num HomePod, por exemplo, poderia identificar um utilizador através de um sinal vital ou uma condição médica. Assim, estas inclusões sugerem que o dispositivo poderia ser útil para proporcionar saúde e funcionalidade relacionada com a aptidão.

A patente inumera os seus inventores como Chunshu Li, Jouya Jadidian, Mikheil Tsiklauri, e Vaneet Pathak. Foi originalmente registada a 18 de setembro de 2018.

Também é verdade que a Apple apresenta semanalmente numerosos pedidos de patentes. Contudo, geralmente não garantem o futuro aparecimento da ideia num produto ou serviço. No entanto, aconselham áreas de interesse para as equipas de investigação e desenvolvimento da Apple.

Com base na descrição, parece que a Apple pode já ter algum hardware que possa fornecer elementos desta funcionalidade.

Poderá ser um HomePod?

O HomePod é um dispositivo que tem um conjunto de seis microfones e um conjunto de sete tweeters. A matriz de microfones permite ao HomePod realizar um processamento de ecolocalização avançado. Isto é, permitindo-lhe ouvir com precisão o utilizador para comandos Siri, mesmo com música alta a tocar.

As capacidades de formação de feixe do altifalante inteligente também lhe permitem sentir a sua colocação dentro de uma sala, incluindo o tamanho do espaço e saber se existem obstáculos nas proximidades. Estes dados são então utilizados para a coluna optar quando está a fornecer som numa sala, por forma a adequar o áudio ao ambiente.

Apesar de não ser especificamente um radar, nem usar várias matrizes de microfones e altifalantes, as capacidades do HomePod indicam o que a Apple estará a analisar com esta patente.

Um pedido de patente que surgiu em março de 2020, intitulado “Dispositivo Eletrónico com Transcetores de Radar Independentes Co-Localizados”, tentou responder à mesma questão que a nova patente. Embora abrangesse em grande parte a determinação da pessoa de um grupo que está a fazer uma pergunta à Siri, também propôs a deteção remota de sinais vitais, tais como um pulso, pressão arterial, taxa respiratória, ou uma condição médica.

Jadidian, Pathak, e Tsiklauri são também identificados como inventores para esse registo.

NewsItem [
pubDate=2021-02-23 23:00:01.0
, url=https://pplware.sapo.pt/apple/homepod-podera-vir-a-detetar-sinais-vitais-com-o-sistema-de-posicionamento-de-radar/
, host=pplware.sapo.pt
, wordCount=872
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_02_23_722090936_homepod-podera-vir-a-detetar-sinais-vitais-com-o-sistema-de-posicionamento-de-radar
, topics=[apple, tecnologia, radar, homepod, patente]
, sections=[ciencia-tecnologia]
, score=0.000000]