www.jn.ptjn.pt - 23 fev 19:25

TAP ″não quer e não vai desinvestir no Porto e no Norte″, garante Frasquilho

TAP ″não quer e não vai desinvestir no Porto e no Norte″, garante Frasquilho

O presidente do Conselho de Administração (CA) da TAP, Miguel Frasquilho, garantiu esta terça-feira que a companhia aérea "não quer e não vai desinvestir no Porto e no Norte do país", mas é preciso garantir condições que permitam maior presença.

"A TAP não quer e não vai desinvestir no Porto e no Norte do país, mas, para isso, é preciso termos as opções em termos de aeronaves e de condições de competitividade que sejam acertadas e que nos permitam ter uma presença maior", afirmou o presidente do CA, perante os deputados da comissão parlamentar de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação.

Miguel Frasquilho sublinhou que há condições para que a TAP seja mais competitiva no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, que serve "a zona mais industrial do país" e um "polo exportador de relevância".

No entanto, apontou, é necessário "ter as aeronaves certas", de forma a concorrer com algumas companhias aéreas que têm atualmente uma presença significativa naquele naquela região e que é uma concorrência diferente da que acontece em Lisboa, onde a TAP tem o seu 'hub' (aeroporto que serve como centro de distribuição e transferência de voos).

"Vamos dar o nosso melhor para que a TAP possa ter no aeroporto Sá Carneiro uma dimensão igual, ou até superior, à que existia antes da pandemia, mas nunca perdendo de vista que o nosso 'hub' é Lisboa", afirmou o responsável.

Frasquilho admitiu que é possível a TAP ter uma operação "mais robusta" nos outros aeroportos do país, nomeadamente na Madeira e nos Açores.

PUB

"Tenham a certeza de que a TAP não esquece também a Madeira, como não esquece nenhum aeroporto do país", assegurou.

Em relação aos Açores, o presidente do CA apontou que se mantém o compromisso de passar a fazer a ligação aérea entre Ponta Delgada e Boston, nos Estados Unidos da América.

Segundo Miguel Frasquilho, nos cinco anos anteriores a 2019, a TAP passou de disponibilizar 278 mil assentos entre os Açores e o continente, para 650 mil assentos.

No mesmo período, prosseguiu, passou de 896 mil assentos disponíveis na rota Funchal-Lisboa, para 1,2 milhões, um aumento de 31%.

"Isto é a prova provada de que, de facto, nós estamos sempre muito atentos e queremos continuar a crescer a operação na Madeira e nos Açores", sublinhou. "Também teremos de olhar para a questão do Algarve, e olharemos", acrescentou.

NewsItem [
pubDate=2021-02-23 19:25:00.0
, url=https://www.jn.pt/economia/tap-nao-quer-e-nao-vai-desinvestir-no-porto-e-no-norte-garante-frasquilho-13384235.html
, host=www.jn.pt
, wordCount=354
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_02_23_449325283_tap-nao-quer-e-nao-vai-desinvestir-no-porto-e-no-norte-garante-frasquilho
, topics=[tap, aeroporto francisco s� carneiro, aeroporto francisco sá carneiro, companhia aérea, economia, companhia a�rea]
, sections=[economia]
, score=0.000000]