rr.sapo.ptrr.sapo.pt - 23 fev 19:33

Crianças abandonadas em Bragança viviam com mãe desempregada e eram seguidas pela Segurança Social

Crianças abandonadas em Bragança viviam com mãe desempregada e eram seguidas pela Segurança Social

Mulher deixou os filhos, com idades entre os 1 e 12 anos, sozinhos em casa e foi para Lisboa. Crianças foram resgatadas pela PSP ao fim de cinco dias desacompanhadas. Caso está agora nas mãos do Ministério Público.

As cinco crianças abandonadas numa casa em Bragança viviam com a mãe desempregada, pertencem a uma família de refugiados de Angola e estavam a ser acompanhadas pela Segurança Social, apurou a .

A mãe vive sozinha com os cinco filhos em Bragança, há mais de dois anos, e encontra-se desempregada.

Nos últimos tempos tem andado a bater à porta de várias empresas para tentar encontrar um trabalho, mas até agora sem sucesso.

Na semana passada, a mãe terá dito aos filhos que precisava de ir a Lisboa para tratar de assuntos pessoais.

Terá mesmo afirmado que ia e vinha no mesmo dia, mas a ausência acabou por se prolongar por cerca de cinco dias, como contou a criança mais velha à PSP.

A apurou que esta família carenciada era acompanhada pela Segurança Social e que, desde janeiro, passou a receber Rendimento de Inserção Social (RSI).

PSP resgata cinco crianças sozinhas em casa há vários dias

A situação foi detetada pelas autoridades, no sába(...)

Ver mais

A família de seis pessoas recebe cerca de mil euros por mês de RSI e as refeições através da Cáritas de Bragança.

De acordo com a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ), o caso das cinco crianças abandonadas está agora nas mãos do Ministério Público (MP).

Em comunicado enviado à , a CPCJ adianta que “todo o processo se desenrolou de acordo com Lei de proteção de crianças e jovens em perigo”, em articulação com a PSP, Ministério Público e instituição de acolhimento.

As crianças, resgatadas pela Polícia no passado sábado, estão neste momento numa instituição da cidade de Bragança, apurou a .

A PSP conseguiu "apurar que as crianças estavam sozinhas há cinco dias, ao cuidado do irmão mais velho, com 12 anos de idade, o qual informou que a mãe havia viajado a Lisboa a tratar de assuntos de cariz pessoal".

A situação foi detetada pelas autoridades depois de uma denúncia, que encontraram numa habitação em Bragança os cinco menores irmãos "em situação de exposição ao abandono e iminente perigo causado pela progenitora que se havia ausentado da residência".

NewsItem [
pubDate=2021-02-23 19:33:20.0
, url=https://rr.sapo.pt/2021/02/23/pais/criancas-abandonadas-em-braganca-viviam-com-mae-desempregada-e-eram-seguidas-pela-seguranca-social/noticia/227904/
, host=rr.sapo.pt
, wordCount=334
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_02_23_1909444403_criancas-abandonadas-em-braganca-viviam-com-mae-desempregada-e-eram-seguidas-pela-seguranca-social
, topics=[informação, país]
, sections=[sociedade]
, score=0.000000]