eco.sapo.pteco.sapo.pt - 23 fev 08:09

Mota-Engil e Teixeira Duarte vencem primeira obra juntas

Mota-Engil e Teixeira Duarte vencem primeira obra juntas

O consórcio formado pelas duas maiores construtoras nacionais levou a melhor sobre outras oito propostas, incluindo de empresas espanholas, para a construção do corredor internacional sul.

A Mota-Engil e a Teixeira Duarte foram juntas ao concurso para o quarto e último contrato ferroviário do corredor internacional sul, entre Évora e a fronteira. Numa tentativa de fazer frente às empresas espanholas — que têm somado vitórias nas grandes obras públicas em Portugal –, as duas maiores construtoras nacionais levaram a melhor ao apresentar a proposta mais competitiva economicamente, num total de cerca de 87 milhões de euros, avança o Jornal de Negócios (acesso pago).

Num concurso base de 105 milhões de euros lançado pela Infraestruturas de Portugal (IP), o consórcio Mota-Engil e Teixeira Duarte apresentou a melhor proposta em termos de relação qualidade-preço de entre um conjunto de nove consórcios. Entre os interessados estavam as espanholas FCC/Ramalho Rosa Cobetar (proposta de valor mais baixo) e Casais/ASCH Infraestructuras y Servicios.

Este concurso, lançado no âmbito do Plano Ferrovia 2020, é o quarto contrato na linha do corredor internacional sul e está dependente da evolução das três outras obras adjudicadas à Sacyr, Mota-Engil e Comsa para a linha de Évora, refere o Negócios. A Mota-Engil e a Teixeira Duarte já tinham concorrido juntas a outros projetos fora do país, mas desde 2008, com os projetos da alta velocidade lançados pelo Governo de Sócrates, que não se voltaram a aliar.

NewsItem [
pubDate=2021-02-23 08:09:20.0
, url=https://eco.sapo.pt/2021/02/23/mota-engil-e-teixeira-duarte-vencem-primeira-obra-juntas/
, host=eco.sapo.pt
, wordCount=211
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_02_23_103029417_mota-engil-e-teixeira-duarte-vencem-primeira-obra-juntas
, topics=[economia]
, sections=[economia]
, score=0.000000]