pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 15 jan 00:01

Governo dos EUA já colocou a Xiaomi numa das suas listas negras

Governo dos EUA já colocou a Xiaomi numa das suas listas negras

A Xiaomi, acabou de entrar numa das listas negras do governo dos EUA. Não é a mesma das restantes marcas, mas é ainda significativo.

O governo dos EUA tem estado paulatinamente a banir empresas chinesas. Os argumentos são sempre os mesmos, com questões de segurança a serem levantadas. Estas são associadas a uma desconfiança sobre a forma como os dados são tratados.

Depois de termos visto a Huawei e a ZTE a serem banidas, é agora a vez de outro gigante chinês. Falamos da Xiaomi, que acabou de entrar numa das listas negras do governo dos EUA. Não é a mesma das restantes marcas, mas é ainda significativo.

Xiaomi é a mais recente vítima dos EUA

Apesar de estar a poucos dias de abandonar o cargo de presidente, Donald Trump e o seu governo parecem não abrandar. A sua luta contra a China e as suas empresas está novamente a ganhar força, com novas movimentações a serem tomadas.

Desta vez as vítimas foram 9 empresas. Estas foram colocadas numa lista negra do governo dos EUA. São, segundo a descrição que acompanha esta ordem, empresas que alegadamente estão associadas ou são participadas pelo exército chinês.

Estados Unidos “ameaçam” Portugal, se Huawei entrar na rede 5G, perdemos apoios americanos

Lista negra impede investimentos e tira valor

Entre as empresas desta lista consta a Xiaomi, que assim é colocada sob o microscópio. Apesar de não ser a mesma lista que limita a Huawei e a ZTE, esta mudança deverá ter um impacto grande no futuro da empresa, quer no imediato, quer no futuro.

Esta lista, onde agora as 9 empresas deram entrada, irá causar um impacto financeiro imediato por proibir o investimento futuro nestas. Todas as empresas americanas vão ainda ser obrigadas a retirar os seus investimentos feitos até ao dia 11 de novembro de 2021.

Donald Trump quer deixar marca nesta guerra

É por isso natural que a Xiaomi vá ter uma desvalorização grande em bolsa. Terá também, por isso, um valor menor. Há ainda a possibilidade do governo dos EUA barrarem a importação de produtos da marca num futuro próximo. Desta forma controlam a presença que a Xiaomi tem no seu território.

Esta medida é mais uma tentativa de Donald Trump de deixar uma marca nesta guerra comercial contra a China. Huawei, ZTE, DJI e agora a Xiaomi são as faces mais conhecidas destes bloqueios, que aparentemente trazem prejuízo para ambos os países. Resta saber como Joe Biden, o próximo presidente dos EUA, vai tratar este tema.

Agora é a DJI! Empresa de drones também foi banida pelo governo dos EUA

NewsItem [
pubDate=2021-01-15 00:01:37.0
, url=https://pplware.sapo.pt/informacao/governo-dos-eua-ja-colocou-a-xiaomi-numa-das-suas-listas-negras/
, host=pplware.sapo.pt
, wordCount=396
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_01_15_1169670891_governo-dos-eua-ja-colocou-a-xiaomi-numa-das-suas-listas-negras
, topics=[eua, lista, xiaomi, tecnologia, negra, notícias, donald trump]
, sections=[ciencia-tecnologia]
, score=0.000000]