ionline.sapo.ptVítor Rainho - 14 jan 09:28

Afinal é nos restaurantes e nos bares que o vírus se propaga

Afinal é nos restaurantes e nos bares que o vírus se propaga

Agora até se pode ir votar e rezar que deve haver algum santinho que nos protege da covid – isto com 600 mortes por dia!

Ao ouvir ontem o primeiro-ministro percebi que tudo o que tenho lido e ouvido de especialistas está errado e que António Costa deve ter uma poção mágica que nenhum de nós consegue descortinar. Vejamos: os especialistas pediram, na semana passada, ao primeiro-ministro para não esperar por hoje para fechar o país, mas o Executivo optou por só fechar amanhã. Os especialistas já tinham pedido para não haver desconfinamento no Natal e foi o que se sabe...

Basicamente, o Governo não revela ter um rumo seguro e em que acredita, andando ao sabor do vento e indo para o lado do elástico que é mais puxado. Com tanta contradição, é natural que as pessoas comecem a deixar de acreditar. Vejamos outra vez: na primeira onda, em que morreram e estiveram internadas muito menos pessoas, o país praticamente fechou.

As indicações são tão contraditórias que se tornam de difícil explicação. O caso dos lares é dos mais emblemáticos. Durante meses, os familiares não puderam ver quem estava num lar, e agora, perante a tragédia que se vive, os utentes até vão poder votar. 

Leia o artigo completo na edição impressa do jornal i. Agora também pode receber o jornal em casa ou subscrever a nossa assinatura digital.

NewsItem [
pubDate=2021-01-14 09:28:56.0
, url=https://ionline.sapo.pt/artigo/720983/afinal-e-nos-restaurantes-e-nos-bares-que-o-virus-se-propaga-?seccao=Opinião_i
, host=ionline.sapo.pt
, wordCount=202
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_01_14_844033867_afinal-e-nos-restaurantes-e-nos-bares-que-o-virus-se-propaga
, topics=[editorial, jornal i, vitor rainho]
, sections=[opiniao]
, score=0.000000]