www.publico.ptpublico.pt - 14 jan 17:24

Só quatro países europeus têm maior incidência de infecções do que Portugal, diz ECDC

Só quatro países europeus têm maior incidência de infecções do que Portugal, diz ECDC

Numa lista de 30 países, Portugal surge em quinto lugar quanto ao número de infecções por cada 100 mil habitantes: são 901,34. Depois do Natal e do Ano Novo, o número de mortes e infecções diárias tem aumentado no país e isso é já notório no balanço

Só quatro países europeus tiveram mais casos de infecção pelo coronavírus SARS-CoV-2 do que Portugal nas últimas duas semanas: o país teve uma taxa de notificação de 901 casos por cada 100 mil habitantes, segundo os dados referentes ao período entre 28 de Dezembro e 10 de Janeiro​. Pior só a República Checa (1512,84), a Irlanda (1253,69), a Eslovénia (1171,89) e a Lituânia (1004,84), segundo o relatório semanal divulgado esta quinta-feira pelo Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC, na sigla em inglês).

PÚBLICO - Aumentar

Na semana passada, Portugal estava em 12.º lugar na lista referente ao número de casos por 100 mil habitantes; agora, surge em 5.º lugar. Os países com a menor taxa de infecção nestes 14 dias são a Islândia (48,18), a Finlândia (62,58) e a Grécia (82,12). A lista é composta por 30 países que fazem parte da União Europeia e por três que fazem parte da Área Economia Europeia (Noruega, Liechtenstein e Islândia). O mapa da Europa surge quase todo pintado de vermelho quando se analisa o número de novos casos.

A taxa a 14 dias do número de mortes por covid-19 registadas por cada milhão de habitantes é de 121,44 em Portugal. Quanto a este indicador, há dez países numa situação mais grave do que Portugal, que surge em 11.º lugar na lista de 30 países. Os países com a taxa mais elevada de mortes por milhão de habitantes são o Liechtenstein (573,25), a Lituânia (344,64), a Eslovénia (270,55), a Eslováquia (206,96) e a República Checa (199,06) – três destes países coincidem com os que encabeçam a lista de mais casos registados nos 14 dias em análise.

Ainda que Portugal tenha registado, dia após dia, máximos diários de mortes por covid-19 – desde 8 de Janeiro o valor tem estado sempre acima das 100 mortes diárias –, isto ainda não se reflecte no relatório do ECDC. Neste balanço, há países com uma taxa de infecção menor do que Portugal que têm registado mais mortes de pessoas com covid-19. É o caso da Alemanha, que teve quase a mesma taxa de óbitos nestes 14 dias (127,20), mas regista quase três vezes menos casos do que Portugal (uma taxa de 324,25 em relação aos 901 de Portugal). Também a Bulgária tem uma taxa de mortes de 137,43 por milhão de habitantes, mas quase seis vezes menos casos por 100 mil habitantes (154,21) do que Portugal nas duas semanas analisadas.

Já a Suécia tem uma taxa elevada de infecções (790 por 100 mil habitantes), mas uma taxa de óbitos por milhão de pessoas mais baixa: 41,74, quase três vezes menos do que Portugal nos últimos 14 dias contabilizados. O mesmo acontece na Noruega, que tem uma taxa de infecções de 157,95 (mais alta do que Portugal) e uma taxa de 9,20 mortes por milhão de habitante, um valor 13 vezes inferior ao registado em Portugal.

Situação agravou-se nos últimos dias

O ECDC alerta que a situação epidemiológica dos países não pode ser avaliada unicamente com base nestas taxas e que devem ser tidos em conta outros factores como o número de testes feitos por habitante, a taxa de letalidade e a taxa de ocupação dos hospitais, seja em internamentos em enfermaria como em unidades de cuidados intensivos. Quanto à taxa de testes feitos por cada 100 mil habitantes, Portugal é um dos países com o maior número de testes feitos para detectar a presença do coronavírus SARS-CoV-2.

Estes dados do relatório do ECDC correspondem ao período de 28 de Dezembro a 10 de Janeiro e não contemplam ainda todos os máximos que se têm registado nos últimos dias em Portugal, com centenas de mortes e milhares de casos por dia. Para tentar travar a propagação veloz da covid-19, o país entra em confinamento a partir das 00h desta sexta-feira.

Só nos primeiros dez dias do ano de 2021, Portugal registou quase tantos casos de covid-19 como nos primeiros seis meses de pandemia: de 2 de Março a 23 de Setembro, foram registados 70.465 casos de infecção; de 1 a 10 de Janeiro de 2021, foram registados 70.011 novos casos. Nos primeiros dez dias do ano houve 897 mortes por covid-19, quase o mesmo valor registado entre 16 de Março (data da primeira morte por covid-19 em Portugal) e 25 de Abril, quando havia um total de 880 mortes.

Segundo o boletim epidemiológico divulgado esta quinta-feira pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), Portugal tem mais de 121 mil casos activos de infecção. Desde o início da pandemia, foram confirmados 517.806 casos confirmados de infecção – destes, 8384 morreram e 387.607 recuperaram.

NewsItem [
pubDate=2021-01-14 17:24:24.0
, url=https://www.publico.pt/2021/01/14/ciencia/noticia/so-quatro-paises-europeus-maior-incidencia-infeccoes-portugal-ecdc-1946346
, host=www.publico.pt
, wordCount=755
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_01_14_80151176_so-quatro-paises-europeus-tem-maior-incidencia-de-infeccoes-do-que-portugal-diz-ecdc
, topics=[coronavírus]
, sections=[ciencia-tecnologia]
, score=0.000000]