A Polícia Judiciária (PJ) e Autoridade Tributária (AT), que anteontem detiveram sete pessoas suspeitas de lucrarem quatro milhões de euros num esquema de fuga ao Fisco na importação de veículos, apreenderam uma série de "bombas" aos donos dos stands, visados na operação.