www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 13 jan 17:00

Para si, consigo

Para si, consigo

A partir da próxima quinta-feira, 21 de janeiro, a SÁBADO terá um site novo, acessível a assinantes. Em tempos difíceis, a tendência é para nos refugiarmos junto daqueles com quem nos sentimos em segurança. Esperamos que continue a escolher a SÁBADO como o seu refúgio informativo - Opinião , Sábado.

Caro leitor, ao longo de 17 anos a SÁBADO sempre orientou a sua atividade para si. Arriscámos, inovámos, mudámos, sempre tendo em conta aquilo que melhor serviria aqueles que nos compram: os leitores. É isso que nos preparamos para fazer novamente. A partir da próxima quinta-feira, dia 21, poderá encontrar online um site inteiramente renovado. Será um site moderno, fresco, que privilegiará a imagem, facilitará a leitura e que nos irá permitir oferecer-lhe novos formatos multimédia. Através dele vamos tentar complementar a edição semanal, em papel, com a produção diária de notícias, reportagens e entrevistas exclusivas. Vamos acompanhar a atualidade nacional e internacional. Explicar-lhe os assuntos mais complexos. E mantê-lo a par das grandes tendências culturais, lifestyle e de viagens.

No entanto, a grande mudança é que este será um site maioritariamente de acesso restrito, apenas para assinantes, seguindo a tendência mundial de tentar encontrar a sustentabilidade financeira junto da comunidade de leitores e que continue a permitir-nos manter a independência editorial de todos os poderes. Em tempos difíceis, a tendência é para nos refugiarmos junto daqueles que conhecemos e com quem nos sentimos em segurança. Isso aplica-se à vida em geral e, neste caso, também ao jornalismo. Esperamos que continue a escolher a SÁBADO como a sua casa, o seu refúgio, para obter informação exclusiva, de qualidade, a que o habituámos ao longo dos anos. Nós cá estaremos à sua espera, ao seu serviço e do interesse público.

Várias personalidades aceitaram partilhar as fotografias que mais as marcaram. Descubra de quem é a mão nesta imagem
Jornalismo que importa
Nesta edição há muitos trabalhos que mostram a qualidade dos jornalistas da SÁBADO. Um deles é a investigação da Ana Taborda e do Bruno Faria Lopes à forma como as grandes empresas conseguem escapar às multas aplicadas pelos reguladores sempre que são detetadas práticas lesivas do consumidor – você. Para firmas com muitos milhões disponíveis, a solução passa por litigar nos tribunais até à exaustão, contestando tudo aquilo que for possível e de forma sucessiva, de modo a adiar ao máximo o pagamento das coimas, reduzir o seu valor, ou mesmo obter a sua prescrição. No fim, os lesados continuam a ser sempre os mesmos: nós, consumidores.

Uma selfie espontânea
A meio da conversa com o jornalista Alexandre R. Malhado sobre os debates das eleições presidenciais, o candidato Vitorino Silva começou a gritar: "Eh eh! Olha o antigo eurodeputado Feio ou lá o que é a acenar-me. Olhe, Alexandre, para ver que não estou a mentir vou passar o telefone ao António… Diogo… António… Diogo Feio." E passou: "Vi o Vitorino e tinha de tirar uma selfie", disse o centrista. A imagem está aí para si.
Boa semana. Proteja-se, a si e aos outros.

Diogo Feio viu Tino de Rans na rua e não resistiu a tirar uma selfie
NewsItem [
pubDate=2021-01-13 17:00:00.0
, url=https://www.sabado.pt/opiniao/bastidores/detalhe/para-si-consigo
, host=www.sabado.pt
, wordCount=458
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2021_01_13_23938920_para-si-consigo
, topics=[opinião, bastidores]
, sections=[opiniao]
, score=0.000000]