www.publico.ptpublico.pt - 22 nov 16:36

Esta foi a pior semana em novos casos. Portugal atinge valor mais elevado de internamentos

Esta foi a pior semana em novos casos. Portugal atinge valor mais elevado de internamentos

Novos casos baixaram nos registos deste domingo, mas número de mortes aumentou. Apesar da descida deste domingo, a média de novos casos nesta semana foi a mais alta desde Março.

Portugal já registou, desde o início da pandemia, mais de 260 mil casos de infecção por SARS-CoV-2. Os novos casos baixaram no último dia: no sábado o boletim epidemiológico dava conta de 6472 e, neste domingo, são 4788 (o boletim é divulgado ao domingo, mas diz respeito à totalidade dos casos registados no sábado). Ainda assim, esta foi a pior semana em termos de média semanal de novos casos (5583) – esta média é calculada com base nos números de novos casos registados nos boletins divulgados de segunda a domingo, mas referentes aos casos de domingo a sábado. Já o número de mortes aumentou de 62 para 73. Portugal registou, ainda, o número de internamentos mais elevado de sempre, seja em unidades de cuidados intensivos ou fora delas.

De acordo com o último boletim da Direcção-Geral da Saúde, divulgado neste domingo e referente ao dia de sábado, o total de casos confirmados, até à data, é de 260.758, enquanto o número de óbitos é de 3897 (2013 homens e 1884 mulheres). A taxa de letalidade mantém-se em 1,5%.

Houve, desde o último balanço, mais 3540 pessoas que recuperaram, o que eleva este número para 172.919. Isto significa que há 83.942 casos activos em Portugal, mais 1175 verificados no último dia. Quanto a contactos em vigilância, são no total 81.667, mais 1146 do que no dia anterior.

Quanto aos internamentos, há mais 126 pessoas internadas, havendo um total de 3151 internamentos por causa da covid-19, em Portugal, o número mais elevado até agora registado. Deste total de internamentos, 491 são em unidades de cuidados intensivos, novamente um número recorde desde o início da pandemia, leitura que é, no entanto, válida também para quem não está internado neste tipo de unidades (2660). No último dia, houve mais seis pessoas a precisarem de cuidados intensivos.

Norte com 64,5% dos novos casos

A região norte continua a somar mais casos de infecção por SARS-CoV-2, mais novos casos e mais mortes por covid-19, no conjunto do país. O retrato no Norte: inclui um total de 135.363 infecções e, no último balanço, 3091 novos casos (o que representa 64,5% do total de novos casos no país). Quanto ao total de óbitos nesta zona, são 1822, tendo-se verificado 39 no último dia.

Segue-se a região de Lisboa e Vale do Tejo, com 844 novas infecções e um total de casos de 88.983. No que diz respeito a óbitos, houve 20 no último dia, sendo o total até agora de 1421.

Quanto à região centro, acumula 25.013 novos casos, verificando-se 637 novos. O total de óbitos é de 499, tendo-se registado 12 no último dia.

O Alentejo soma 5169 casos desde o início da pandemia e registou 112 novos, segundo os últimos dados. Morreram mais duas pessoas, sendo o número total de óbitos contabilizado até à data de 96.

No que se refere ao Algarve, registaram-se 73 novos casos, havendo um total de infecções já confirmadas de 4679. Houve, até à data, 42 mortes e nenhuma desde o último boletim epidemiológico.

Também nos Açores e na Madeira não houve, no último dia, registo de qualquer óbito. Nos Açores morreram, até à data, 15 pessoas por covid-19; na Madeira, duas.

Quanto a casos confirmados de infecção por SARS-CoV-2, os Açores apresentam um acumulado 779 e 18 no último dia. Já a Madeira registou 13 novos casos e 772 desde o início da pandemia.

NewsItem [
pubDate=2020-11-22 16:36:08.0
, url=https://www.publico.pt/2020/11/22/sociedade/noticia/pior-semana-novos-casos-portugal-atinge-valor-elevado-internamentos-1940197
, host=www.publico.pt
, wordCount=554
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2020_11_22_84639284_esta-foi-a-pior-semana-em-novos-casos-portugal-atinge-valor-mais-elevado-de-internamentos
, topics=[coronavírus]
, sections=[sociedade]
, score=0.000000]