rr.sapo.ptrr.sapo.pt - 22 nov 14:24

Hong Kong dá 544 euros a quem testar positivo à Covid-19

Hong Kong dá 544 euros a quem testar positivo à Covid-19

Este financiamento vem complementar outra medida do Governo de Hong Kong que define como obrigatório o teste a alguns grupos de risco como taxistas e trabalhadores de apoio ao domicílio.

O Governo de Hong Kong vai financiar em 544 euros todos os cidadãos de Hong Kong e Macau que testarem positivo para a Covid-19, noticiou a rádio estatal do de Hong Kong.

O anúncio feito por Sophia Chan, secretária de Estado da Saúde, tem em vista incentivar os cidadãos com sintomas a fazerem o teste, a não terem medo de testarem positivo e consequentemente perderem os rendimentos por faltarem ao trabalho.

Foram anunciados também cinco novos centro de testes, aumentando para nove o total destes centros.

Este financiamento vem justificar a obrigatoriedade de testes que entrou em vigor este domingo quando todas as pessoas que frequentaram 14 discotecas onde se registou um surto, foram notificadas para realizar o teste.

O Governo de Hong Kong já alertou que em breve anunciará mais exames obrigatórios para grupos de alto risco, incluindo motoristas de táxi e trabalhadores de apoio domiciliário, bem como pessoas com sintomas.

NewsItem [
pubDate=2020-11-22 14:24:51.0
, url=https://rr.sapo.pt/2020/11/22/mundo/hong-kong-da-544-euros-a-quem-testar-positivo-a-covid-19/noticia/215762/
, host=rr.sapo.pt
, wordCount=149
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2020_11_22_631463450_hong-kong-da-544-euros-a-quem-testar-positivo-a-covid-19
, topics=[informação, mundo]
, sections=[actualidade]
, score=0.000000]