expresso.ptexpresso.pt - 22 nov 18:55

Imobiliário. Porto vai alojar 1740 famílias

Imobiliário. Porto vai alojar 1740 famílias

Investimento de €56,2 milhões para habitação social vai ser operacionalizado até 2025

Rui Moreira assinou esta semana um acordo com o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) que visa resolver o problema de 1740 agregados familiares, num total de 3800 pessoas, que vivem neste momento em “condições indignas no município”. Na cidade do Porto, onde cerca de 13% da população (30 mil pessoas) residem em 13 mil fogos municipais, a lista de novos pretendentes a habitação social ou a realojar tem sinalizadas três mil famílias candidatas a fogos que irão ser edificados ou requalificados ao abrigo do Programa de Apoio ao Acesso à Habitação 1º Direito.

Da ‘bazuca’ de €1251 milhões anunciada por António Costa para habitação social em todo o país, a Câmara Municipal do Porto garantiu uma alavanca de €46,6 milhões do IHRU — €25,5 milhões concedidos através de comparticipações a fundo perdido, €21,1 milhões a título de empréstimo bonificado de longo prazo e €9,5 milhões a investir pelo município. O acordo, com duração máxima de seis anos, é considerado por Rui Moreira “um passo decisivo para novas políticas de habitação”, mesmo que não resolva as carências residenciais da cidade. “Aqueles que acreditavam que o mercado haveria de resolver o problema percebem hoje que isso não é possível”, afirmou o autarca na presença do primeiro-ministro e do ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, advertindo que, apesar de respeitar a economia de mercado, o sector “necessita claramente de um grande investimento público”.

Este é um artigo do semanário Expresso. Clique AQUI para continuar a ler.

NewsItem [
pubDate=2020-11-22 18:55:27.0
, url=https://expresso.pt/economia/2020-11-19-Imobiliario.-Porto-vai-alojar-1740-familias
, host=expresso.pt
, wordCount=247
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2020_11_22_319285674_imobiliario-porto-vai-alojar-1740-familias
, topics=[economia]
, sections=[economia]
, score=0.000000]