www.publico.ptpublico.pt - 22 nov 17:20

Reumatologista em coma com covid-19 dá à luz gémeos

Reumatologista em coma com covid-19 dá à luz gémeos

Bebés nasceram de cesariana com 26 semanas enquanto a mãe estava ligada a ventiladores. “Um milagre”, disse a mãe.

Foi em Março que a reumatologista britânica Perpetual Uke foi internada no hospital britânico Queen Elizabeth, em Birmingham. Estava grávida de gémeos e estava também infectada com o novo coronavírus que causa a doença covid-19. Ligada a um ventilador e em como induzido, a sua condição médica não estava favorável quando os médicos decidiram avançar com uma cesariana. Era 10 de Abril e a gravidez ia apenas na 26.ª semana (seis meses). O caso foi relatado esta semana na imprensa britânica. 

Quando acordou do coma, Perpetual Uke disse ter pensado que tinha sofrido um aborto espontâneo e perdido os bebés. Tinham passado 16 dias desde o dia do nascimento dos filhos.

Os bebés – uma rapariga e um rapaz – chamam-se Sochika Palmer e Osinachi Pascal. Na altura do nascimento, o rapaz tinha 850 gramas e a rapariga não chegava às 770 gramas.

Citada pela BBC, a mãe descreve o acontecimento com um “milagre”. Disse que quando viu as primeiras fotos dos bebés “eram tão minúsculos e não pareciam seres humanos”. “Não conseguia acreditar que [as crianças] eram minhas”, disse na altura. 

Os bebés e a mãe estão bem de saúde e estão já em casa, juntamente com os outros dois filhos do casal.

NewsItem [
pubDate=2020-11-22 17:20:18.0
, url=https://www.publico.pt/2020/11/22/mundo/noticia/reumatologista-coma-covid19-luz-gemeos-1940199
, host=www.publico.pt
, wordCount=203
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2020_11_22_1834290978_reumatologista-em-coma-com-covid-19-da-a-luz-gemeos
, topics=[coronavírus]
, sections=[actualidade]
, score=0.000000]