www.jn.ptjn.pt - 21 nov 00:00

#gratidão

#gratidão

Sou um democrata. Gosto de tratar toda a gente por igual e, por isso, já tive problemas com todas as operadoras de telecomunicações.

A culpa é minha, admito desde já. Nunca leio os contratos com uma lupa e nas letrinhas pequeninas surgem sempre as questões que acabam por me surpreender. As letrinhas pequeninas são o equivalente àquelas mensagens metralhadas nos anúncios de rádio a medicamentos. Ninguém percebe nada, mas também ninguém pode dizer que as mensagens não foram ditas. E como não há lupas para os ouvidos e nem sempre andamos prevenidos com um funil para aclarar a audição, o mais certo é sermos culpados de não perceber o que foi dito. Mas voltemos às letrinhas pequeninas. Deve ter sido isso que também confundiu a Anacom, quando denunciou que as operadoras tinham aumentado os preços dos pacotes de serviço, ao mesmo tempo que reduziam a qualidade oferecida. "Mentira!", gritou-se em uníssono. Não foi preciso funil para ouvir. Eu acredito. É o mercado a funcionar. É a concorrência. E pura coincidência. Com tanta "ência" junta, os clientes só têm é que agradecer. Pode ser uma gratidão pequenina, mas também é gratidão.

*Jornalista

NewsItem [
pubDate=2020-11-21 00:00:00.0
, url=https://www.jn.pt/opiniao/hugo-silva/gratidao-13059402.html
, host=www.jn.pt
, wordCount=167
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2020_11_21_1290885328_-gratidao
, topics=[opinião, hugo silva, opiniao]
, sections=[opiniao]
, score=0.000000]