expresso.ptLuís Marques - 20 nov 10:20

O novo Mário Centeno

O novo Mário Centeno

Não é o primeiro governador do Banco de Portugal a condicionar, ou tentar condicionar, a ação de governos e partidos

1 Em pouco mais de uma semana Mário Centeno conseguiu o feito de embaraçar o Governo de que fez parte, irritar o Bloco de Esquerda com quem andou a negociar durante quatro Orçamentos e enfurecer Pedro Nuno Santos, o poderoso e ambicioso ministro das Infraestruturas e seu antigo colega. Este novo Mário Centeno, agora governador do Banco de Portugal, distingue-se do outro Mário Centeno, ministro das Finanças, por dizer em voz alta aquilo que antes provavelmente pensava em silêncio, mas não dizia, e por fazer aquilo que ontem criticou, ainda que subtilmente, ao seu antecessor.

Este é um artigo do semanário Expresso. Clique AQUI para continuar a ler.

NewsItem [
pubDate=2020-11-20 10:20:28.0
, url=https://expresso.pt/opiniao/2020-11-20-O-novo-Mario-Centeno
, host=expresso.pt
, wordCount=107
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2020_11_20_1196432106_o-novo-mario-centeno
, topics=[opinião]
, sections=[opiniao]
, score=0.000000]