www.computerworld.com.ptcomputerworld.com.pt - 19 out 02:58

Revolut contrata engenheiros em Portugal para projeto global

Revolut contrata engenheiros em Portugal para projeto global

Fintech abre seis posições para engenheiros de back-end (Java, Kotlin, Microservices) e duas posições para engenheiros de front-end (ReactJS).

A Revolut anuncio que tem seis posições abertas para a contratação de engenheiros de back-end, em Portugal e duas posições abertas para engenheiros de front-end. A fintech reforça assim o investimento no mercado nacional e na busca por talento qualificado. 

Paralelamente, a Revolut está também a contratar cerca de 50 pessoas para 10 funções, como Global Operations Manager, mas também Suporte, Analistas de Dados, Analistas de Crime Financeiro, entre outros. 

Numa altura em que o Governo português estima que, em 2020, o número de desempregados em Portugal pode atingir o meio milhão, a Revolut atua em contraciclo, reforçando as equipas com profissionais seniores e qualificados.  

Nesta função, os engenheiros deverão criar APIs móveis e trabalhar na arquitetura de projetos em gestão de risco, detecção de fraude e processamento de pagamentos. A equipa responsável pela vaga de contratações tem alguns dos projetos mais inovadores na organização, que incluem a aceitação de pagamentos por cartão, quer em lojas online através de plugins e widgets, ou lojas físicas, com o desenvolvimento de um terminal de pagamentos próprio, que permitirá aos retalhistas substituir os atuais terminais de pagamento automático, em Portugal, muitas vezes limitados aos pagamentos com cartões de bancos nacionais – pertencentes ao esquema doméstico de Multibanco.

Os candidatos à função de Engenheiro de back-end senior devem ser fluentes em Java (obrigatório) ou Kotlin (preferencial), ter no mínimo cinco anos de experiência em desenvolvimento de back-end, Licenciatura (ou superior) em Engenharia, Ciência, Física, Matemática, Ciências Computacionais, ou similares. Já na posição de front-end, a tecnologia requerida é ReactJS.

A contratação destes profissionais não implicará uma afetação ao escritório da fintech, em Matosinhos, podendo ser feita de forma integralmente remota, reportando às equipas da sede, em Londres. 

Ainda assim, o aumento do número de vagas para recrutamento em Portugal surge na sequência do estabelecimento, em 2019, de um escritório em Matosinhos, que conta já com cerca de 100 pessoas. A fintech estabeleceu-se numa antiga fábrica de latas de sardinha, com mais de 4.000 metros quadrados, que foi integralmente recuperada. 

Atualmente, dadas as exigências de distanciamento social impostas pela pandemia da Covid-19, o espaço que previa receber até 500 pessoas, foi adaptado mas pode permitir a equipa crescer até cerca de 250 pessoas. Inclui 18 salas de reuniões, assim como sete espaços de refeição (cozinhas e tea points), e vários lounges e zonas exteriores.

Todas as vagas disponíveis no site Careers

 Por Computerworld
NewsItem [
pubDate=2020-10-19 01:58:04.0
, url=https://www.computerworld.com.pt/2020/10/19/revolut-contrata-engenheiros-em-portugal-para-projeto-global/
, host=www.computerworld.com.pt
, wordCount=394
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2020_10_19_985228707_revolut-contrata-engenheiros-em-portugal-para-projeto-global
, topics=[pessoas, tecnologia, em destaque, carreira]
, sections=[vida, ciencia-tecnologia]
, score=0.000000]