expresso.ptexpresso.pt - 18 out 12:51

Mulheres marcharam em várias cidades dos EUA contra a reeleição de Trump (na sombra de "Handmaid’s Tale")

Mulheres marcharam em várias cidades dos EUA contra a reeleição de Trump (na sombra de "Handmaid’s Tale")

Organização lembrou o maior protesto da história da América, a 17 de janeiro de 2017, um dia depois da tomada de posse de Trump. “A presidência dele começou com uma marcha das mulheres e vai acabar com o voto das mulheres”

Uma onda de protestos contra a candidatura à reeleição de Donald Trump tomou conta de várias cidades norte-americanas, entre elas a capital Washington. Milhares de pessoas, sobretudo jovens mulheres, defenderam o movimento Black Lives Matter, o direito de escolha de abortar e a igualdade de direitos entre homens e mulheres

Milhares de pessoas, sobretudo jovens mulheres, marcharam por várias cidades dos EUA, entre elas a capital Washington

Milhares de pessoas, sobretudo jovens mulheres, marcharam por várias cidades dos EUA, entre elas a capital Washington

SOPA Images

Entre cartazes e palavras de ordem, além de Trump, o nome de Ruth Bader Ginsburg foi o que mais vezes se ouviu — a juíza progressista do Supremo Tribunal dos EUA que morreu a 18 de setembro e foi imediatamente substituída pela conservadora Amy Coney Barrett.

Ruth Baden Ginsburg, a juíza do Supremo Tribunal que morreu em setembro, foi recordada durante a manifestação

Ruth Baden Ginsburg, a juíza do Supremo Tribunal que morreu em setembro, foi recordada durante a manifestação

Paul Morigi

“Contem connosco para lutar”, “contem connosco para ganhar”, lia-se nos cartazes empunhados também pelas mulheres dos subúrbios, consideradas potencialmente decisivas para fazer pender a balança a favor da candidatura democrata.

Esta semana, no estado da Pensilvânia, Donald Trump apelou ao voto delas mas, segundo a imprensa norte-americana, não é certo que tenha tido o efeito pretendido. “Mulheres dos subúrbios, podem gostar de mim, por favor? Salvei o raio do vosso bairro”, disse o ainda Presidente norte-americano, perante centenas de apoiantes.

EUA 2020. Pela Estrada Fora #8: A irritação de Pelosi e o apelo de Trump às mulheres. Sem esquecer um ponto: China, China, China Trump continua a sua vaga de comícios pelos swing states, na esperança de contrariar as sondagens favoráveis a Biden. As mulheres dos subúrbios que votaram em Trump estão desiludidas e precisam de ser reconquistadas pelo Presidente. Para além disso, o “Pela Estrada Fora” ainda fala sobre fé, o voto dos sem-abrigo e os nervos da líder democrata na Câmara dos Representantes

“Os meus direitos foram mais violados nos últimos quatro anos do que em toda a minha vida e eu não quero ver isso continuar por mais quatro anos. Seria horrível para as mulheres neste país”, disse uma das manifestantes, Tina Atwell, à Sky News. Entre esses direitos está o do aborto, que as manifestantes temem que venha a ser posto em causa após a escolha de Barrett.

E se as máscaras eram já presença obrigatória nas manifestações, devido à situação pandémica que se vive nos EUA, algumas mulheres juntaram-lhe outros adereços e vestiram-se de servas, numa referência à série “The Handmaid’s Tale”. Criada a partir da obra de Margaret Atwood, a história passa-se sob o domínio de um regime totalitário, fundamentalista e que viola os direitos das mulheres.

Os apelos à não reeleição de Trump, e do vice, Mike Pence, juntaram-se às referências à obra “The Handmaid's Tale”, de Margaret Atwood

Os apelos à não reeleição de Trump, e do vice, Mike Pence, juntaram-se às referências à obra “The Handmaid's Tale”, de Margaret Atwood

Paul Morigi

O protesto deste sábado, liderado pelo movimento “Women’s March”, fez também referência a outro. “A presidência dele [Trump] começou com uma marcha das mulheres e vai acabar com o voto das mulheres. Ponto”, atirou Rachel O’Leary Carmona, membro da organização da marcha que a 17 de janeiro de 2017, um dia depois da tomada de posse de Donald Trump, foi responsável pelo maior protesto da história da América.

Milhares de pessoas saíram à rua este sábado, 17 de outubro, para apelar ao voto democrata, contra a reeleição de Donald Trump

Milhares de pessoas saíram à rua este sábado, 17 de outubro, para apelar ao voto democrata, contra a reeleição de Donald Trump

SOPA Images

NewsItem [
pubDate=2020-10-18 11:51:09.0
, url=https://expresso.pt/internacional/eleicoes-americanas/2020-10-18-Mulheres-marcharam-em-varias-cidades-dos-EUA-contra-a-reeleicao-de-Trump--na-sombra-de-Handmaids-Tale-
, host=expresso.pt
, wordCount=529
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2020_10_18_104316959_mulheres-marcharam-em-varias-cidades-dos-eua-contra-a-reeleicao-de-trump-na-sombra-de-handmaid-s-tale-
, topics=[eleições americanas]
, sections=[actualidade]
, score=0.000000]