www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 17 out 13:00

Resíduos tóxicos

Resíduos tóxicos

Existe a ideia simpática de que o populismo é um castigo dos céus, que aparece sem ninguém saber como. Que o populismo seja um produto interno das democracias, fruto da incapacidade destas, eis uma hipótese que não passa pelo miolo dos cândidos. - Opinião , Sábado.
O Presidente da República, confrontado com o aumento do número de casos de Covid-19, já avisou: se for preciso repensar o Natal em família, repensa-se. Ajuntamentos de 100, 50 ou 30 pessoas são uma péssima ideia.

Em teoria, talvez. Mas, na prática, por que motivo devemos aplicar ao País inteiro uma única política sanitária? Como justificar que uma família alentejana tenha as mesmas restrições que uma família lisboeta? Não seria mais lógico, e menos autoritário, distinguir os casos consoante a gravidade?  capa Assine já a Sábado digital por 1 euro para ler este artigo no ePaper ou encontre-o nas bancas a 14 de outubro de 2020.
Se já é assinante, faça login e leia o artigo diretamente no ePaper da SÁBADO.
NewsItem [
pubDate=2020-10-17 12:00:00.0
, url=https://www.sabado.pt/opiniao/cronistas/joao-pereira-coutinho/detalhe/residuos-toxicos
, host=www.sabado.pt
, wordCount=118
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2020_10_17_313341083_residuos-toxicos
, topics=[opinião, joão pereira coutinho]
, sections=[opiniao]
, score=0.000000]