O banco central dos EUA acredita que a recessão em 2020 vai ser menos severa do que previa. Mas, pelo seguro, decidiu na reunião desta quarta e quinta-feira que não acaba com a política monetária expansionista até que a inflação se mantenha sustentadamente em 2% e que a economia regresse ao pleno emprego, o que não prevê que aconteça antes de 2024