www.publico.ptpublico.pt - 16 set 18:33

Na Grande Barreira de Coral, este coração abriu-se a visitas

Na Grande Barreira de Coral, este coração abriu-se a visitas

Este Coração de coral, formado naturalmente, está a receber visitas nas suas proximidades, embora esteja mais habituado a ser avistado de cima e a dar azo a muitos pedidos de casamento...

Nos últimos anos, este Coração só recebia quase exclusivamente visitas aéreas. Até porque, obviamente, é assim que melhor se apresenta visualmente na forma que lhe deu fama mundial e é assim que dá azo a mil e umas fotografias. E não só: dá azo a milhares de pedidos de casamento; é que segundo o Turismo de Queensland o passeio aéreo sobre o Coração é muito procurado precisamente para esse romântico momento.

Localizado na Grande Barreira de Coral das Whitsundays, uma área natural de alta protecção, no recife de Hardy, o Heart Reef, sintetiza o Turismo local, é “uma impressionante composição de coral que se formou naturalmente com o formato de um coração”, tendo sido assinalado pela primeira vez em 1975 por um piloto.

Desde este Verão, começou a ser possível navegar perto das suas artérias e ventrículos, num programa especial e limitado, graças a um pontão onde o helicóptero aterra.

PÚBLICO - Hamilton Island PÚBLICO - Turismo de Whitsunday Fotogaleria Hamilton Island

A proposta inclui o voo em helicóptero privado para um máximo de seis visitantes, noticia a Lonely Planet, assinalando que é a primeira vez em décadas que tal programa turístico é posto em prática. A visita dura três horas, com cerca de hora e meio na zona do Coração para admirar as maravilhas: no local, o passeio é feito num pequeno barco com fundo transparente, sendo proibido, perto da pequena “ilha” de coral, com estatuto especial de protecção, nadar ou fazer mergulho submarino.

A viagem de helicóptero dura cerca de 30 minutos, permitindo uma visão aérea exclusiva de outras jóias locais da Grande Barreira de Coral da Austrália, como a célebre praia de Whitehaven. O programa, aberto aos hóspedes da Hamilton Island (a maior das ilhas Whitsunday em Queensland), permite ainda outros mergulhos (na lagoa em redor do pontão exclusivo), afastados do Coração – que tem apenas cerca de 30 metros de diâmetro e fica a cerca de 60km de Hamilton –, custando desde 930 euros (1100 dólares australianos, vai aumentando conforme as opções).

A Grande Barreira de Coral, que no seu total se espalha por uma área superior a 340 mil km2, é alvo de vários programas de protecção, com estudos a assinalarem que há zonas em que se encontra já em “muito mau” estado. Um relatório de 2019 da Autoridade do Parque Marinho da Grande Barreira de Coral alertava para os efeitos das alterações climáticas, o excesso de pesca e desflorestação nas zonas costeiras deste que é o maior recife de coral do mundo.

1
1