Novas ficções de Salmon Rushdie, de Christopher Paolini e de Paulo Moura; a história de Espanha do ponto de vista de Arturo Pérez-Reverte, um livro de poesia de Maria Andresen e mais uma novela gráfica da dupla Filipe Melo e Juan Cavia.