eco.sapo.pteco.sapo.pt - 16 set 17:10

Benfica perde quase 4%. Papel e energia dão ganhos ao PSI-20

Benfica perde quase 4%. Papel e energia dão ganhos ao PSI-20

Com os investidores internacionais a aguardarem resultados da reunião de dois dias da Fed, as bolsas sobem. Em Lisboa, o destaque é, no entanto, negativo: as ações do Benfica recuam quase 4%.

O Benfica foi derrotado por duas bolas a uma na Grécia, ficando de fora da pré-eliminatória da Champions e os investidores não perdoaram. As ações do clube da Luz recuaram quase 4%, destoando do sentimento vivido no PSI-20, que quebrou um ciclo de quatro sessões de perdas.

Na terça-feira, o Benfica foi derrotado por 2-1 na visita ao Paok, num jogo a contar para a 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões. A derrota colocou os “encarnados” fora da Champions, levando o clube da luz a perder milhões de euros. No seguimento do desaire, as ações da SAD benfiquista, que chegaram a recuar quase 6%, terminaram a sessão a desvalorizar 3,77% para 2,81 euros euros.

Paok castiga Benfica (também) em bolsa

Em sentido contrário, o PSI-20 quebrou o ciclo de perdas, tendo voltado a negociar em terreno positivo: avançou 0,22% para 4.293,62 pontos. A puxar pelo índice nacional estão os títulos ligados ao setor da pasta e papel, ou seja, cotadas com forte exposição mundial. A Navigator avançou 2,59% para 2,378 euros, a Altri ganhou 0,63% para 4,1760 euros, enquanto que a Semapa valorizou 1,39% para 8,04 euros.

Os “pesos-pesados” ligados ao setor energético também estão em destaque, com especial incidência para a EDP e a Galp Energia. A empresa liderada interinamente por Miguel Stilwell avançou 0,35% para 4,2540, no dia em que anunciou que vai avançar com uma nova emissão de dívida verde. Ao mesmo tempo, as ações da petrolífera somaram 1,29% para 9,0980 euros, alinhadas com o avanço das cotações do “ouro negro” nos mercados internacionais.

Em sentido inverso estiveram o BCP que viu as ações desvalorizarem 0,22%, para os 9,11 cêntimos, bem como da Nos, ao recuar 1,07% para 3,324 euros, travando ganhos mais acentuados para o PSI-20. Ainda assim, a bolsa de Lisboa acompanhou a tendência europeia.

Na Europa, o Stoxx 600 valorizou 0,4%, enquanto o francês CAC 40 ganhou 1,3%, , o alemão DAX avançou 0,1% e o espanhol IBEX 35 ganhou 1,3%. Assim, os investidores mantêm o foco apontado para a reunião da Reserva Federal norte-americana (Fed), esperando-se um compromisso reforçado da parte de Jerome Powell na manutenção do atual contexto de juros baixos por um longo período de tempo.

1
1