rr.sapo.ptrr.sapo.pt - 6 ago 18:22

António Rolo Duarte quer 25 mil euros em “cafés” para estudar em Cambridge. Campanha foi suspensa e reativada

António Rolo Duarte quer 25 mil euros em “cafés” para estudar em Cambridge. Campanha foi suspensa e reativada

O estudante universitário acusa o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de lhe ter “pregado uma partida” ao ter sido adiada a atribuição de bolsas. Não foi, só em setembro se saberão os resultados, e António Rolo Duarte é só mais um candidato a bolseiro no meio de 3.797 outros. A campanha para angariar dinheiro para propinas, alojamento e alimentação em Cambridge foi lançada na segunda-feira e está a causar polémica. Entretanto, António já angariou 6.500 euros.

Desde o início da semana, e até esta quinta-feira, António Rolo Duarte, estudante de doutoramento na Universidade de Cambridge, no Reino Unido, já angariou 256 donativos na plataforma de “crowdfunding” GoGetFunding, ascendendo o valor angariado aos 6.500 euros – num total de 25 mil que Rolo Duarte pretende recolher em "cafés" até final deste mês.

Segundo o próprio, na campanha intitulada “Pagar um café a António Rolo Duarte”, o valor serviria para “viabilizar o doutoramento Cambridge” – onde já concluiu o mestrado –, já que, nas suas palavras, o Governo português lhe "pregou uma partida".

Isto porque António diz ser bolseiro da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT, entidade portuguesa que financia a investigação científica) e porque, acusa no site, "o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior adiou a atribuição das bolsas de doutoramento”. Estas bolsas, indica ainda o jovem, “são a minha única fonte de financiamento, então fiquei sem dinheiro para continuar a estudar”.

A campanha está a gerar polémica, em primeiro lugar, porque o processo de atribuição de bolsas ainda está em vigor. Face às acusações, a Fundação para a Ciência e a Tecnologia veio desmentir a informação avançada por António Rolo Duarte para a angariação de fundos.

“Não existe qualquer adiamento programado na atribuição das bolsas de doutoramento”, assegura a FCT, e o prazo legal para anunciar os resultados provisórios acaba somente a 3 de setembro.

Mais: Rolo Duarte é apenas candidato a uma bolsa de Investigação para Doutoramento (como outros 3.797 estudantes, sendo que apenas 1.350 bolsas vão ser atribuídas em 2020), não tendo a garantia de que a venha a receber ou tão pouco que o valor a receber ronde os 25 mil euros que pretende – entre as críticas feitas a Rolo Duarte nas redes sociais está precisamente o facto de o valor para propinas, alojamento e alimentação ser desajustado e excessivo.

Esta quinta-feira, a campanha para angariação foi suspensa pela GoGetFunding em virtude de um número elevado de denúncias recebidas. “Foi pedido ou requerido à GoGetFunding para interromper esta campanha”, lia-se na página. Isto de manhã.

Horas depois, António Rolo Duarte, que fala em “alguns mal-entendidos postos a circular” em que é acusado de “criar uma campanha com base numa mentira”, conseguiu provar a sua identidade e explicar a campanha junto da plataforma. Face às explicações, a GoGetFunding decidiu reativar a campanha, que segue agora com 26% do valor total já angariado.

1
1