expresso.ptexpresso.pt - 2 ago 11:38

Banca avança para nova vaga de rescisões

Banca avança para nova vaga de rescisões

BCP corta pessoal em 2021 e NB promove 115 saídas. CGD tem dois programas em curso. Sindicatos falam em pressões

O BCP vai avançar para a redução de pessoal no próximo ano, como assumiu Miguel Maya esta semana, mas não está sozinho. A diminuição de pessoal não é uma tendência do passado — continua a acontecer e vai ser uma realidade no futuro. O Novo Banco está a fechar 115 saí­das em 2020 e a CGD também continuará o seu plano de diminuição de trabalhadores. Tudo isto com um corte na rede de agências, que o Santander admite ser também um trabalho pela frente.

Na sua newsletter, a comissão nacional de trabalhadores do Novo Banco assinala que foi informada de que o plano de reestruturação irá avançar em julho, estando previstas 115 saídas, a maior parte por reformas antecipadas e 20 por rescisões por mútuo. O Expresso conseguiu confirmar esta informação, mas o banco não quis comentar. O objetivo será iniciar conversações para que a redução de pessoal ocorra até ao final deste ano. Em maio já houve outras 20 saídas por reformas antecipadas no banco, que tem de cumprir metas inscritas no plano negociado com a Comissão Europeia em 2017.

Este é um artigo do semanário Expresso. Clique AQUI para continuar a ler.

1
1