expresso.ptexpresso.pt - 1 ago 19:13

Presidente da República elogia "rapidez e empenhamento" de Pedro Nuno Santos

Presidente da República elogia "rapidez e empenhamento" de Pedro Nuno Santos

Marcelo Rebelo de Sousa esteve em Soure este sábado, onde na véspera se deu o acidente com o Alfa Pendular que resultou em duas vítimas mortais. "Temia-se uma tragédia de dimensões incalculáveis"

O Presidente da República, que este sábado esteve em Soure, no local da colisão entre um comboio Alfa Pendular e um Veículo de Conservação de Catenária, elogiou o "esforço" realizado por todas as entidades envolvidas "quer na resposta imediata ao que aconteceu quer na reposição da circulação".

Dirigindo-se à imprensa, Marcelo Rebelo de Sousa falou da "forma rápida e empenhada como ministro [das Infraestruturas e da Habitação] dirigiu, coordenou, esteve presente, veio para aqui e não largou um segundo tudo o que se passava", acrescentando que o esforço conjunto dos bombeiros, do INEM e da autarquia permitiram que "24 horas depois estejamos perante uma realidade que não tem nada a ver com o que se temia — e temia-se uma tragédia de dimensão incalculável".

Lamentando os dois mortos e os feridos que resultaram do acidente, Marcelo Rebelo de Sousa disse que "não podemos daqui retirar generalizações quanto ao papel fundamental da ferrovia em Portugal". Por outro lado, "é compreensível que um inquérito sobre uma matéria tão sensível não possa ser feito em poucas horas ou de um dia para o outro. O apuramento do que se passou envolve apurar se houve ou não uma componente humana".

Por sua parte, o ministro Pedro Nuno Santos afirmou que "a IP [Infraestruturas de Portugal] dará todos os esclarecimentos necessários no início da próxima semana", enfatizando: "O sistema ferroviário em Portugal é seguro."

De seguida, o Presidente e o ministro deslocaram-se a Coimbra, para visitar os feridos na sequência do sinistro.

1
1