expresso.ptexpresso.pt - 1 ago 16:40

Grupo composto por adulto e quatro crianças resgatado do mar no Algarve

Grupo composto por adulto e quatro crianças resgatado do mar no Algarve

Um grupo de cinco pessoas composto por um adulto e quatro crianças foi resgatado na sexta-feira pela Estação Salva-vidas de Olhão, depois de serem dados como desaparecidos a bordo de um caiaque, anunciou este sábado a Autoridade Marítima

Um grupo de cinco pessoas composto por um adulto e quatro crianças foi resgatado na sexta-feira pela Estação Salva-vidas de Olhão, depois de serem dados como desaparecidos a bordo de um caiaque, anunciou hoje a Autoridade Marítima.

O adulto e as quatro crianças tinham sido dados como desaparecidos junto à barra da Armona/Culatra — dois núcleos habitacionais das ilhas barreira da Ria Formosa, no Algarve — pelas 16:50, por um elemento do projeto "Praia Segura" que detetou as "dificuldades" sentidas pelo grupo para regressar a terra "devido à forte corrente que se fazia sentir" na zona, contextualizou a Autoridade Marítima Nacional (AMN) num comunicado.

Após o alerta, a capitania de Olhão ativou a Estação Salva-vidas local, "com uma embarcação semirrígida", e quando a equipa de socorro chegou ao local verificou que "duas pessoas já tinham sido resgatadas por motas de água que navegavam na zona", mas estava ainda "um caiaque desaparecido, com um adulto e quatro crianças a bordo", ao qual se perdera o rasto "quando tentava atravessar a barra para a ilha da Culatra", precisou a AMN.

"Após algumas buscas na zona, com o apoio de uma nadadora-salvadora da [zona concessionada] de Armona-Mar, o caiaque e os tripulantes foram encontrados, tendo sido resgatados para a embarcação da Estação Salva-vidas de Olhão", destacou a mesma fonte.

A AMN garantiu que "os tripulantes estavam todos bem de saúde" e "foram transportados até à praia da Armona-Mar", mas alertou para a importância de os banhistas terem "especial cuidado com as atividades que se realizam junto das barras dos portos, em especial com crianças", por se tratarem de "locais onde as correntes são muito fortes" e podem originar situações de perigo evitáveis.

1
1