www.publico.ptperalta@novasbe.pt - 31 jul 00:00

A arma do Ultramar que matou Bruno Candé é de todos nós

A arma do Ultramar que matou Bruno Candé é de todos nós

Entre as linhas do assassinato de Bruno Candé aparece a arma do Ultramar, o maior monstro no armário da nossa história recente.

No sábado, Bruno Candé morreu com quatro tiros à queima roupa, disparados por um homem de 76 anos. Segundo as notícias que entretanto foram surgindo, o autor dos disparos sobre Bruno Candé teria ameaçado a vítima dias antes, afirmando que tinha “armas do Ultramar” e iria matá-lo. A família de Bruno Candé também disse que o autor dos disparos proferiu insultos racistas contra a vítima.

1
1