pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 8 jul 17:00

Tom Hanks deixa duras críticas à Apple durante entrevista à própria empresa

Tom Hanks deixa duras críticas à Apple durante entrevista à própria empresa

Tom Hanks criticou a Apple durante uma entrevista relacionada com o filme Greyhound, apelidando de "chicoteadores cruéis" quem aplica as regras da empresa.

O famoso ator Tom Hanks está quase a estrear o seu novo filme “Greyhound”, que irá fazer parte do catálogo de originais do serviço de streaming da Apple TV+.

No entanto, o ator deixou agora duras críticas à empresa de Cupertino, durante a uma entrevista relacionada com o filme. Tom Hanks apelidou mesmo de “chicoteadores cruéis” a quem define e aplica as regras da Apple.

O ator Tom Hanks está na fase de promoção do seu novo filme “Greyhound”, de Aaron Schneider. O filme conta a história de um inexperiente capitão da Marinha dos EUA que, no início da Segunda Guerra Mundial, deve liderar uma escolta de aliados que é perseguida por um grupo de submarinos nazis.

Este titulo vai fazer parte do conjunto de originais da plataforma de streaming Apple TV+, e tem estreia marcada para esta sexta-feira, dia 10 de julho.

No entanto, Tom Hanks deu uma entrevista à Apple, como parte da divulgação do filme, mas um pequeno pormenor deixou o ator um pouco irritado.

Tom Hanks chama a Apple de “chicoteadores cruéis”

Na hora de dar a entrevista, a empresa de Cupertino fez um pedido peculiar a Tom Hanks. A Apple pediu que o ator usasse uma parede completamente branca para servir como pano de fundo da entrevista. Supõe-se que o objetivo fosse que os espetadores não pudessem ter acesso nem ver qualquer aspeto da vida privada do ator.

Mas de acordo com Tom Hanks, o cenário fez com que se sentisse num “programa de proteção de testemunhas. Mas aqui estou eu a submeter-me às necessidades da Apple TV”. Esta situação levou a que o ator apelidasse de “chicoteadores cruéis” quem define e aplica as regras na Apple.

Para além disso, Tom Hanks afirmou também que o facto de o seu novo filme estrear numa plataforma de streaming, em vez de ser nas salas de cinema, é um “grande desgosto”. O ator deixa ainda críticas à qualidade de transmissão dos títulos, dizendo:

Não quero irritar senhores da Apple, mas há uma diferença na qualidade de som e imagem.

Apple pagou 70 milhões de dólares pelo filme

Para garantir os direitos do filme Greyhound a Apple pagou 70 milhões de dólares, cerca de 62 milhões de euros.

O filme originalmente foi projetado para ser exibido nos cinemas, mas devido à pandemia tiveram que se ser encontradas alternativas, como as plataformas de streaming.

1
1