expresso.ptexpresso.pt - 1 jul 09:13

André Silva desmente falsos recibos verdes no PAN e diz que dissidentes revelaram “enorme falta de lealdade”

André Silva desmente falsos recibos verdes no PAN e diz que dissidentes revelaram “enorme falta de lealdade”

Porta-voz do PAN responsabiliza críticos que deixaram o partido e nega polémica dos recibos verdes. André Silva acusa ainda PSD e os partidos de esquerda de fazer um “frete” ao Governo na nomeação de Mário Centeno e admite apoio à candidatura presidencial de Ana Gomes

André Silva continua a responsabilizar exclusivamente os críticos que decidiram deixar o partido. Depois de uma debandada que fez várias baixas no PAN, que perdeu uma deputada e o único eurodeputado, André Silva continua a apontar o dedo aos dissidentes: "Estas pessoas começaram a fazer um caminho de individualização do mandato, e de enorme falta de solidariedade e lealdade institucional", diz.

Em entrevista ao "Público" e à Rádio Renascença, o porta-voz do PAN desmente ainda a polémica dos falsos recibos verdes, uma notícia avançada pelo jornal "Observador", que coligiu vários testemunhos e provas documentais. Para André Silva, que sempre combateu politicamente o recurso a esse tipo de instrumentos, a notícia não tem fundamento.

"Não há nem nunca houve falsos recibos verdes no PAN. Existiram prestações de serviços devidamente enquadradas e partilhas de recursos entre as várias fontes de financiamento do partido absolutamente legais. Como não há justificação de índole política, estas pessoas têm de dizer qualquer coisa e, portanto, fazem uma acusação que é falsa e que é grave", sugere.

Quanto à nomeação de Mário Centeno, que o PAN tentou travar com a apresentação de um diploma que foi, num primeiro momento, votado favoravelmente por todos os partidos à exceção do PS, André Silva não tem dúvidas: "Quer os partidos da esquerda quer o PSD. Os motivos pelos quais estão a fazer um frete não sei. Não sei se é por ser uma lei do PAN, que é bem feita."

Na mesma entrevista ao "Público" e à Rádio Renascença, o porta-voz do PAN admite ainda um eventual apoio à candidatura presidencial de Ana Gomes. "O combate e a luta que Ana Gomes faz é meritório. O debate está em aberto", remata.

1
1