eco.sapo.pteco.sapo.pt - 30 jun 21:50

BCP dá ações aos gestores. Miguel Maya recebe 40 mil

BCP dá ações aos gestores. Miguel Maya recebe 40 mil

Ações fazem parte da remuneração variável respeitante ao exercício de 2019 e ao primeiro ano de diferimento da remuneração variável respeitante ao exercício de 2018.

O Banco Comercial Português (BCP) atribuiu ações aos administradores executivos e a detentores de funções essenciais. Miguel Maya, CEO do banco, recebeu mais de 40 mil títulos.

“O Banco Comercial Português informa que […] foram atribuídas ações do banco aos seus administradores executivos, relativas ao primeiro ano de diferimento da remuneração variável respeitante ao exercício de 2018”, lê-se no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM)..

Por outro lado, a instituição financeira atribuiu também ações a detentores de funções essenciais, “neste caso relativas à remuneração variável respeitante ao exercício de 2019 e ao primeiro ano de diferimento da remuneração variável respeitante ao exercício de 2018”.

De acordo com a informação anexa ao comunicado, ao presidente da comissão executiva, Miguel Maya Dias Pinheiro, coube um volume agregado de 40.350 ações, ao vice-presidente do mesmo órgão, Miguel Pereira de Bragança, 37.677 e a João Jorge Palma, também vice-presidente da comissão executiva, 37.011 títulos.

Os vogais da comissão executiva Rui da Silva Teixeira, José da Silva Pessanha e Maria José de Campos ficaram com, respetivamente, um volume agregado de 32.156, 32.156 e 19.526, títulos.

1
1