eco.sapo.pteco.sapo.pt - 30 jun 19:56

Lidl vai ter rede com 41 postos de carregamento elétrico até 2021. Investe um milhão de euros

Lidl vai ter rede com 41 postos de carregamento elétrico até 2021. Investe um milhão de euros

A futura rede terá carregadores multi-standard e de carregamento rápido, possibilitando uma carregar 80% da bateria em apenas 30 minutos, ou seja, o tempo médio de uma ida regular às compras.

O Lidl anunciou esta terça-feira em comunicado o investimento de um milhão de euros na instalação de uma rede de 38 postos de carregamento para carros elétricos, que estarão prontos para serem utilizados nas suas lojas até fevereiro de 2021. De acordo com a empresa, a localização destes novos postos foi planeada de forma estratégica para permitir aos utilizadores viajarem de norte a sul do país, já que os carregadores estarão localizados de forma a garantir a autonomia necessária entre todos estes locais de carregamento elétrico.

Financiado através de capitais próprios, este projeto surge no âmbito das políticas de sustentabilidade que o Lidl tem vindo a implementar e com o objetivo de “promover a mobilidade de baixo impacto ambiental, envolvendo diversos agentes institucionais e também as famílias na redução da pegada de carbono”.

A futura rede terá carregadores multi-standard e de carregamento rápido, possibilitando uma carregar 80% da bateria em apenas 30 minutos, ou seja, o tempo médio de uma ida regular às compras. “Desta forma, as preocupações ambientais da insígnia, aliam-se a um reforço da conveniência oferecida aos seus clientes, melhorando ainda mais a sua experiência de compra ao aliar a sustentabilidade à poupança de tempo”, refere o Lidl em comunicado.

No contexto do compromisso assumido com as iniciativas da Lisboa Capital Verde 2020, Lisboa foi o local escolhido para o arranque da construção desta rede, seguindo-se, numa segunda fase, mais 13 postos de carregamento nas lojas do Alentejo e Algarve, fazendo a ligação ao sul e a Espanha. O norte e centro do país será também contemplado com 20 postos de carregamento.

Desde 2016 o Lidl já tem três lojas com este sistema de carregamento elétrico: Cascais-Abóboda, Loures-Sacavém e Matosinhos-S. Mamede de Infesta. Desta forma, até fevereiro de 2021, terá um total de 41 postos de carregamento nas suas lojas. “O Lidl optou pela instalação de postos de carregamentos elétricos, contribuindo para uma mobilidade mais amiga do ambiente, num momento em que o país tem vindo a reforçar o seu empenho para atingir a neutralidade carbónica até 2050”, rematou o memo comunicado.

Além deste, o Lidl tem assumido vários compromissos sustentáveis: “Reduzir o consumo de plástico nas embalagens de marca própria em 20% até 2025 e integrar o máximo de plástico reciclável em 100% dessas embalagens; descontinuou a venda de plásticos descartáveis, evitando a entrada no sistema de 12,5 milhões de copos e de 5 milhões de pratos anualmente; aboliu a venda de sacos de plástico para transporte de compras em todas as lojas a nível nacional – menos 25 milhões de sacos de plástico por ano”, acrescentou ainda o Lidl em comunicado, sublinhando também a “política de compra e venda de pescado sustentável, que tem como objetivo privilegiar a pesca e aquicultura sustentável” e o “cultivo sustentável de café, chá e cacau” em colaboração com a Fairtrade, Rainforest Alliance, Bio e UTZ, que asseguram aos consumidores que os produtos respeitam as melhores práticas de comércio justo e respeito pelo ambiente.

Até ao final de 2020, o Lidl traçou ainda a meta de transitar todos os produtos de marca própria, inclusivamente as respetivas embalagens e etiquetas compostas por celulose, para material reciclado ou para fibras virgens certificadas, para apoiar o uso mais responsável da celulose e proteger as florestas.

1
1