www.jornaldenegocios.ptjornaldenegocios.pt - 30 jun 16:49

Parlamento aprova suspensão da devolução dos manuais escolares

Parlamento aprova suspensão da devolução dos manuais escolares

Uma proposta do CDS-PP, aprovada esta terça-feira no âmbito do orçamento suplementar, vem suspender as devoluções dos manuais escolares para que os alunos possam ter tempo para recuperar matérias em atraso. Foi mais uma coligação negativa, com o PS a votar contra. - Economia , Jornal de Negócios.

"Fica suspensa a obrigatoriedade de devolução dos manuais escolares gratuitos entregues no ano letivo de 2019-2020, a fim de serem garantidas as condições para a recuperação das aprendizagens dos alunos, a ter lugar no início do ano letivo de 2020-2021." A medida consta de uma proposta de alteração ao Orçamento Suplementar apresentada pelo CDS-PP e aprovada esta terça-feira no Parlamento.

A proposta teve os votos favoráveis de todos os partidos menos do PS, que votou contra.

Terminado o ano letivo, as escolas estão agora a enviar aos pais as indicações para que os manuais reutilizáveis, distribuídos em setembro do ano passado, sejam apagados e devolvidos, para serem distribuídos a outros alunos. A aprovação desta proposta do CDS, em coligação negativa, vem agora deixar tudo em stand-by.

O objetivo dos centristas é que os alunos possam manter os manuais quando, no início do ano, recomecem as aulas, sendo que o próprio Governo já veio dizer que o ano letivo terá de ser marcado por um período inicial em que os alunos vão ter oportunidade para recuperar algumas aprendizagens que possam não ter sido devidamente lecionadas por causa da interrupção das aulas presenciais.

NewsItem [
pubDate=2020-06-30 15:49:59.0
, url=https://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/parlamento-aprova-suspensao-da-devolucao-dos-manuais-escolares
, host=www.jornaldenegocios.pt
, wordCount=188
, contentCount=1
, socialActionCount=0
, slug=2020_06_30_1992317969_parlamento-aprova-suspensao-da-devolucao-dos-manuais-escolares
, topics=[educação, cds, parlamento, política, economia, partidos e movimentos, cds-pp]
, sections=[economia, sociedade, actualidade]
, score=0.000000]