www.publico.ptpublico.pt - 30 jun 19:06

Portimonense bate Famalicão e cola-se aos fugitivos

Portimonense bate Famalicão e cola-se aos fugitivos

Formação algarvia conquistou importante vitória no Minho, a terceira em cinco jogos, continuando invicta desde o regresso.

O Portimonense impôs-se, esta terça-feira, em Famalicão, à equipa sensação da Liga, vencendo por 0-1, em encontro da 29.ª jornada, dando mais um passo firme rumo à salvação, enquanto os minhotos averbaram a primeira derrota desde a retoma do campeonato.

Ricardo Vaz Tê marcou, aos 17 minutos, na sequência de um dos inúmeros erros cometidos pelos famalicenses na primeira fase de construção, dando a expressão possível à superioridade evidenciada pelos algarvios, quase sempre com Tabata a ameaçar marcar. 

Ficha de jogo

Vaná e a barra da baliza do Famalicão tinham adiado o inevitável, depois de Fábio Martins ter tentado surpreender Gonda, de ângulo muito apertado. Pedro Gonçalves ainda obrigou o guardião japonês a brilhar, mas o Portimonense acabaria a primeira parte claramente por cima, com mais remates e ocasiões de perigo.

Aliás, o penúltimo da Liga - que não vencia fora para o campeonato desde a 2.ª jornada - só não dobrou a vantagem porque Aylton Boa Morte, “sem” pé esquerdo, teve um falhanço absurdo, só com a baliza pela frente.

O Famalicão levou um abanão ao intervalo e, com três substituições simultâneas, assumiu o estatuto de candidato à Europa, forçando o Portimonense a refugiar-se numa estratégia mais pragmática.

Gonda era chamado a consecutivas intervenções, levando os algarvios a confiarem na possibilidade de conseguirem resistir aos avanços dos locais. E o Portimonense conseguiu mesmo segurar, com unhas e dentes, uma vantagem preciosa, que lhe permite, com 27 pontos (11 conquistados nos últimos cinco jogos, com dois empates e três vitórias), a aproximação ao grupo dos que fogem da despromoção.

1
1