rr.sapo.ptrr.sapo.pt - 30 jun 19:58

Casa de férias de Amália na Costa Vicentina recebe concerto para celebrar 100 anos da fadista

Casa de férias de Amália na Costa Vicentina recebe concerto para celebrar 100 anos da fadista

Ana Moura, Jorge Fernando, Ricardo Ribeiro, Katia Guerreiro, Marco Rodrigues, e Fábia Rebordão estão entre os fadistas que participam no espetáculo de celebração dos 100 anos de Amália Rodrigues, na Herdade do Brejão.

Na casa que foi durante uma década o refúgio de férias da fadista Amália Rodrigues vai ser celebrado o seu centenário com um concerto, exatamente no dia em que a fadista faria anos. A Herdade do Brejão, em Odemira, na Costa Vicentina recebe a 23 de julho o espetáculo que reúne as vozes dos fadistas Ana Moura, Jorge Fernando, Ricardo Ribeiro, Katia Guerreiro, José Gonçalez, Marco Rodrigues, Fábia Rebordão e Sara Correia.

O concerto, com direção musical do fadista e guitarrista Jorge Fernando que chegou a acompanhar Amália Rodrigues, tem como título “Bem-vinda sejas Amália”. A frase faz uma “alusão à forma carinhosa como Amália foi recebida pelos militares portugueses em Moçambique, em 1969, quando foi cantar para os feridos de guerra”, explica em comunicado a organização.

A frase estava escrita num cartaz e foi captada pela RTP. Marcou de tal forma que acabou por ir “sendo replicada noutras alturas e noutros contextos, nas inúmeras digressões” de Amália pelo país e estrangeiro. “Bem-vinda sejas Amália” é também o nome de uma exposição itinerante que está a percorrer o país.

Segundo a organização deste concerto que tem direção artística coordenada por José Gonçalez, a evocação da frase que dá nome ao concerto e à exposição é também uma forma de “homenagear todos os fans anónimos que publicamente manifestavam o seu apreço a uma das mais importantes figuras da Cultura portuguesa.”

A Herdade do Brejão que hoje é explorada como alojamento local sob o nome “Herdade Amália” fica junto ao mar. Tem um acesso direto à praia, que começou por ser privado da propriedade, mas que a fadista abriu ao público. A casa onde Amália explorava a sua paixão pelas flores, é um projeto do arquiteto Conceição e Silva e foi adquirida por Amália e pelo marido César Seabra na década de 60.

Os bilhetes para este concerto com um elenco de luxo têm preços entre os 25 e os 35 euros e já estão à venda. O espetáculo é, nas palavras dos organizadores, “particularmente simbólico” e “celebra uma mulher singular, tantas vezes aclamada como “a voz de Portugal”. Realizado pela Fundação Amália Rodrigues, a instituição a quem cabe continuar a missão que Amália determinou em testamento de ajudar pessoas desfavorecidas, o concerto em inicio marcado para as 22 horas, mas as portas da Herdade Amália, abrem antes, às 20h00.

1
1