expresso.ptDaniel Oliveira - 29 jun 09:55

“Cancel” contra as “Destemidas”

“Cancel” contra as “Destemidas”

A “cancel culture” sempre existiu. Foi ela que se mobilizou para censurar a “Última Ceia”, de Herman José, o cartoon de António, a aparição de Rui Tavares na telescola ou o episódio das “Destemidas” que alguns pais querem proibir os meus filhos de ver

A direita conservadora consegue ter, em simultâneo, dois discursos: o que ataca o "marxismo cultural”, uma mixórdia ignorante que tenta dar nome ao facto de a esquerda estar, como a direita, na disputa do espaço público e das instituições; e a revolta contra a "cancel culture", adaptação de um termo juvenil para o processo pelo qual o “politicamente correto” combaterá, por via da sociedade civil e geralmente nas redes sociais, valores que lhe desagradam.

1
1