expresso.ptPedro Santos Guerreiro - 23 mai 11:26

A ministra ainda não se demitiu?

A ministra ainda não se demitiu?

O último anúncio, de “30 milhões para a cultura”, é só mais uma medida provocatória e desesperada

Graça Fonseca entrou no Ministério mas nunca entrou na Cultura. Foi a ministra da futilidade até a pandemia bater como lava incandescente na bigorna, devastando quase tudo e quase todos. Perante a crise, a ministra não teve ideias miseráveis, porque não teve ideias nenhumas. Nem ideias, nem política pública, nem política social, nem coisa alguma, age como um tabelião sem dinheiro, o que significa que não age. Desapareceu de combate, desapareceu das redes sociais e à hora em que escrevo só ainda não desapareceu do Ministério. Mas o último anúncio, de “30 milhões para a cultura”, é só mais uma medida provocatória e desesperada. Nem é preciso exigir a sua demissão, porque não se proclama o óbvio.

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante clique AQUI para continuar a ler. Para aceder a todos os conteúdos exclusivos do site do Expresso também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso.

Caso ainda não seja assinante, veja aqui as opções e os preços. Assim terá acesso a todos os nossos artigos.

1
1