expresso.ptexpresso.pt - 23 mai 16:48

TAP transformou dois aviões de passageiros só para carga e foram ambos à China buscar material médico (vídeo)

TAP transformou dois aviões de passageiros só para carga e foram ambos à China buscar material médico (vídeo)

Os dois A330 neo modificados pela TAP voaram ontem em simultâneo para as cidades de Pequim e Xiamen, na China

A TAP voltou à China para mais uma missão humanitária mas, desta vez, com dois aviões Airbus A 330 neo em simultâneo que ontem aterraram em Pequim e Xiamen (aqui pela primeira vez).

Os dois aviões, agora preparados para “grande volume de carga” segundo a companhia portuguesa, irão transportar material médico.

Veja como a TAP modificou os seus aviões

Este voo marcou, de acordo com a TAP, a estreia do primeiro A330 neo convertido a 100% para o transporte de carga. Um dos aviões que ontem viajaram até à China aterrou pela primeira vez na cidade de Xiamen e regressará amanhã ao Porto, com 25 toneladas de carga médica a bordo.

A TAP fez uma pequena revolução em poucos dias - há cerca de uma semana -, transformando por completo o interior de dois dos seus aviões A330 neo (ver vídeo). Foram retirados todos os bancos da cabine, no espaço normalmente destinado a passageiros, libertando todo o seu espaço para a acomodação de carga.

O voo mais longo

Desde o inicio da pandemia, com o bloqueio praticamente total no transporte de passageiros (que apenas agora começa a regressar lentamente a alguma normalidade, a TAP realizou já vários voos exclusivamente de carga entre a China e Portugal – e também para o Brasil.

No passado dia 2 de maio a TAP realizou o seu voo mais longo de sempre (15h03m) entre Guangzhou (na China) e Lisboa, transportando kits de diagnóstico para covid-19.

1
1