sol.sapo.ptsol.sapo.pt - 22 mai 21:28

Washington Post acusa Trump de publicar sondagem falsa no Twitter

Washington Post acusa Trump de publicar sondagem falsa no Twitter

Publicação norte-americana diz que o Presidente inventou barómetro que revela aprovação histórica.

O Presidente dos EUA voltou a publicar no Twitter, já o tinha feito a 21 de abril, o resultado de uma alegada sondagem que lhe daria 96% de aprovação dentro do partido Republicano.

96% Approval Rating in the Republican Party. Thank you!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) May 22, 2020

Agora o jornal Washington Post acusa Trump de ter inventado a sondagem para manipular a opinião pública.

Na altura, em que fez a publicação original, há cerca de um mês, o Presidente defendeu que a taxa de aprovação significava que a sua administração estaria a fazer um ótimo trabalho na forma como estava a lidar com a pandemia.

96% Approval Rating in the Republican Party. Thank you! This must also mean that, most importantly, we are doing a good (great) job in the handling of the Pandemic.

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) April 21, 2020

Sublinhe-se que Trump é muito crítico das medidas de contenção da propagação do coronavírus e insiste muito na urgência do levantamento das restrições, pressionando as administraçãos estaduais a ‘reabrirem’ o país.

Aliás, o Presidente tem desvalorizada a situação pandémica no país desde o início, recusa-se a usar máscara e louva eficácia de medicamentos para outras doenças, o que tem chocado a grande maioria da comunicade cientifica mundial.

Recentemente, confrontado com o facto de os EUA terem ultrapassado o milhão e meio de infetados confirmados, Trump disse que era um “orgulho” justificado por uma capacidade de testar “muito melhor” do que nos restantes países.

No entanto, os EUA embora tenham realizado um total de perto de 14 milhões, tem apenas cerca de 41.500 testes por milhão de habitantes, enquanto países como Espanha e Portugal, têm ambos, cada um, mais de 60 mil testes por milhão de habitantes.

1
1